Cidadeverde.com
Esporte

Neymar diz que deu a vida para voltar de lesão e "cara a tapa" contra Real

Imprimir

A eliminação para o Real Madrid gerou um verdadeiro caos no PSG. O time levou a virada e ficou de fora das quartas de final da Liga dos Campeões. Um dos destaques do time, o brasileiro Neymar concedeu entrevista nesta quinta-feira (17) em um evento de sua patrocinadora, a Puma, e disse que "deu a vida" para se recuperar de lesão a tempo de enfrentar o espanhol.

Foto - Lucas Figueiredo - CBF

O atacante sabia que seria uma partida difícil, mas que era o momento de dar "cara a tapa" pelo PSG e seus companheiros de time. Não deu certo já que os franceses levaram a virada e entraram em crise. Neymar e Messi, inclusive, foram vaiados pelos próprios torcedores no jogo seguinte do Campeonato Francês.

"Passei por isso agora, dias complicados, semanas complicadas. Porque a gente não queria perder. Não estamos ali para isso, não programamos isso, ninguém fez corpo mole, muito pelo contrário.

A gente se dedicou, se empenhou, treinou para buscar. Voltei de lesão dando a vida para estar naquele momento. Mesmo que fosse para perder, queria estar ali com meus companheiros dando a cara a tapa", disse Neymar.

O momento é bastante conturbado, talvez um dos maiores desafios de sua carreira. Neymar tem contrato com o PSG até junho de 2025, mas tem futuro incerto. A mídia local diz que o clube não se oporia a negociá-lo agora, mas os altos vencimentos podem inviabilizar uma transação.

"Agora o que mais vem me motivando são as mensagens dos meus familiares, de pessoas que mandam energias boas. Isso é o que nos faz mover cada vez mais. A vida de atleta é assim. Acontece.

Um dia você está lá em baixo porque perdeu um jogo, mas depois pode inverter tudo isso em pouco tempo. Futebol é gratificante por causa disso", completou o atacante da seleção brasileira.

Após a eliminação na Liga dos Campeões, o PSG disputa apenas o Campeonato Francês, onde lidera com 15 pontos em relação ao Olympique de Marselha, segundo colocado. Neymar, no entanto, já está classificado com a seleção brasileira para disputar a Copa do Mundo do Qatar, a partir de novembro.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir