Cidadeverde.com
Esporte

Liga dos Campeões: Villarreal surpreende Bayern e vai jogar por um empate em Munique

Imprimir

O Bayern de Munique não confirmou seu favoritismo, nesta quarta-feira, ao der derrotado pelo Villarreal, por 1 a 0, na Espanha, no duelo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

Com o resultado, a equipe espanhola vai jogar por um empate na próxima terça-feira na Alemanha para alcançar a semifinal. 

Os alemães precisam de um triunfo simples nos 90 minutos para levar a disputa para os pênaltis ou por uma diferença maior parra obter a classificação direto.

O primeiro tempo foi decepcionante. O Bayern não mostrou a mesma disposição e eficiência de outros jogos. O time fez seis finalizações, mas não acertou o alvo. O artilheiro polonês Robert Lewandowski praticamente não pegou na bola.

Já o Villarreal, empurrado pela torcida, teve mais determinação e empenho. Com isso, conseguiu abrir o placar logo aos oito de partida, com Danjuma, após bela jogada de todo o ataque pela direita.

O Bayern ficou mais tempo com a bola (60%), mas pouco produziu de perigoso. Rondou muito a área espanhola, mas sem efetividade

O segundo tempo mostrou um Bayern nervoso, com muitos erros de passe, enquanto o Villarreal foi esperto em aproveitar os espaços para criar oportunidades.

Gerard Moreno acertou uma bomba na trave direita de Neuer, mas o lance mais incrível ocorreu quando o goleiro do Bayern falhou na saída de bola e o atacante do Villarreal arriscou do meio de campo e errou por pouco o alvo.

Mesmo atrapalhado, o Bayern buscou o ataque, mas só conseguiu a primeira finalização no gol, aos 21 minutos, com Alphonso Davies Depois abusou das bolas levantadas na área e facilitou o trabalho do setor defensivo do Villarreal.

O placar de 1 a 0 foi modesto e não mostrou o que realmente aconteceu em campo. Lo Celso, Parejo e Moreno esbanjaram categoria, enquanto Pedraza, aos 41 minutos, perdeu enorme chance para ampliar a vantagem dos espanhóis.

Já nos acréscimos, o zagueiro Pau Torres acertou uma cotovelada em Goretzka, que saiu de campo com enorme corte no supercílio direito. O árbitro inglês mandou o lance seguir normalmente e não houve reclamação dos jogadores alemães.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir