Cidadeverde.com
Esporte

Em semana de novas contratações, São Paulo enfrenta Everton, do chile, pela Copa Sul-Americana

Imprimir

Em semana marcada pelo encerramento da janela de transferências, o São Paulo se prepara para enfrentar o Everton, do Chile, nesta quinta-feira (14), a partir das 19h15, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. 

Foto: Divulgação / saopaulofc.net

O time paulista chega à disputa no Morumbi em bom momento na competição continental, liderando o grupo D -que tambem conta com Ayacucho, do Peru, e Jorge Wilstermann, da Bolívia- com três pontos, sendo o único vitorioso até então, após bater o Ayacucho por 3 a 2 na quinta-feira (7).

O Everton, por sua vez, é o terceiro colocado do grupo, tendo empatado em sua estreia pela Sul-Americana, contra o Jorge Wilstermann.

Além da preparação para os confrontos desta quinta e deste domingo (17) quando o enfrenta o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro-, a semana do São Paulo foi marcada pela atuação decisiva de Ceni nas novas contratações do time, até o final da janela de transferências, nesta terça-feira (12).

O exemplo mais recente é André Anderson. Ceni queria um jogador brasileiro que tivesse saído cedo do Brasil e adquiriu o perfil europeu de intensidade de jogo. O próprio técnico admitiu que chegou a ligar para o atacante Pedrinho, ex-Corinthians, mas não houve acordo.

"Liguei pra ele, falei com ele três minutos e dez segundos, o rapaz que trabalha com ele falou que falei com ele 30 minutos. Gosto dele, acho muito bom jogador, mas, nesse momento, não tenho mais interesse em contar com ele aqui no São Paulo. Acho muito bom jogador, mas hoje não tenho mais interesse", afirmou na época.

Ceni, então, seguiu a busca pelo perfil desejado ao lado do scout do São Paulo. Não demorou para chegar ao nome de André Anderson, que deixou o Santos com 18 anos. Então atacante, ele se tornou um meia-atacante na Itália e terminou seu desenvolvimento seguindo a mentalidade europeia de aliar qualidade com intensidade de jogo.

Foi aí que o telefone do jovem brasileiro tocou. Do outro lado da linha, Ceni conversou bastante com o jogador e falou sobre o projeto do clube tricolor paulista.

Ao desligar o telefone, André Anderson não teve dúvidas em aceitar a proposta do São Paulo. Com pouco espaço na Lazio, ele vê no clube da capital paulista uma chance de jogar mais vezes e se desenvolver.

"Jogador interessantíssimo, observo desde janeiro, mas só vou falar se o clube acertar. Reconheço o interesse, desconheço o acerto", disse Ceni após a goleada sobre o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro, um dia antes do anúncio oficial do jogador como reforço da equipe.

O time paulista paga o salário integral durante o empréstimo até o fim de junho de 2023. Ao fim do vínculo, o São Paulo tem a opção de compra dos direitos com valor fixado em 3 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões na cotação atual).

Como a janela de inscrições para a fase de grupos da Sul-Americana está encerrada, André Anderson deve ser relacionado apenas para a partida de domingo, contra o Flamengo.

Para o jogo contra os chilenos, Ceni deve ver o retorno dos meias Gabriel Sara, afastado após entorse no tornozelo direito, e Rodrigo Nestor, afastado após entorse no tornozelo esquerdo.

O técnico também deve poupar alguns de seus titulares, dada a sequência apertada de partidas, e tem como provável escalação para o confronto: Tiago Volpi, Igor Vinicius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Andrés Colorado, Luan e Patrick; Marquinhos (Rodrigo Nestor), Luciano e Rigoni.

Uma provável escalação do Everton tem: De Paul; Echeverría, Barroso, Oyarzun; Medina, Beríos, Madrid, Ibacahce; Cuevas, Sosa, Di Yorio.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir