Cidadeverde.com
Esporte

Hulk faz 50° gol no Atlético-MG, que sofre em empate com Independiente Del Valle

Imprimir

O Atlético-MG passou enorme sufoco em sua visita ao Independiente Del Valle, em Quito, nesta terça-feira à noite. Mas conseguiu somar um importante empate com os equatorianos, por 1 a 1, pela terceira rodada da Copa Libertadores.

Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

Hulk anotou seu 50º gol pela equipe mineira em 82 aparições, com o ex-corintiano Sornoza empatando na segunda etapa.

O resultado não altera a classificação das equipes no Grupo D. Nos critérios de desempate, o Independiente Del Valle continua na liderança, com os mesmos cinco pontos do rival. Mas o Atlético-MG fará dois dos últimos três jogos no Mineirão e aposta em sua força caseira para avançar às oitavas de final.

O Atlético-MG pisou no gramado do Estádio Banco de Guayaquil, em Quito, para disputar a primeira colocação do Grupo D com uma escalação precavida.

Mesmo precisando da vitória para ultrapassar o Dela Valle, o técnico Antonio Mohamed optou por usar três zagueiros, com Rever ao lado de Nathan Silva e Júnior Alonso. A ideia era conter o ímpeto dos mandantes, empolgados após duas vitórias no campeonato local e na ponta da chave.

Apesar da formação precavida, o Atlético-MG rolou uma postura ofensiva e logo aos oito minutos abriu o marcador, em bela trama ofensiva que contou com cortaluz de Nacho Fernández e cruzamento de Arana para Hulk anotar seu 50° gol pelo time mineiro.

O goleiro Ramírez falhou e o atacante apenas escorou para as redes

O atacante passou em branco no fim de semana, se envolveu em troca de farpas com Gabriel Barbosa por causa de uma possível agressão em jogador do Coritiba e acabou adiando a homenagem para a filha recém-nascida Zaya. A festa veio no Equador.

Em um primeiro tempo bom dos mineiros, a vantagem poderia ter sido maior no intervalo. A falta de capricho nas finalizações, porém, acabou custando caro e os equatorianos cresceram nos minutos finais, sem ameaçar o gol de Everson, contudo.

A volta do descanso foi completamente diferente. O Independiente Del Valle cresceu e não demorou a igualar o marcador. Em pressão gigantesca, rondou o gol mineiro até Sornoza acertar no canto de Everson.

Completamente envolvido, o Atlético demorou a se encontrar. O fez quando Hulk entrou em ação. Tudo de bom do time mineiro na fase final passou por seus pés. O cruzamento passou na linha do gol e Nacho não conseguiu marcar. Depois, o camisa 7 ainda carimbou o travessão.

A etapa, contudo, era do Independiente. E a pressão voltou a ser grande na reta final da partida. Até o chileno Vargas virou defensor, com Hulk isolado na frente entre quatro marcadores.

Foi um bombardeio do Dele Valle de todos os cantos, sem sucesso. O Atlético-MG suportou o sufoco e traz ponto precioso para Belo Horizonte.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir