Cidadeverde.com
Últimas

Presidente do Altos rebate críticas sobre valor de ingresso e diz que time vive de bilheteria

Imprimir

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

"É um time que vive de bilheteria", afirmou o presidente licenciado do Altos, deputado Warton Lacerda, sobre as críticas de torcedores que reclamaram do valor do ingresso para o jogo entre Altos e Flamengo no dia 1º de maio. 

Os ingressos para a partida variam de R$ 150 a R$ 300. Todos os setores com direito a meia entrada. O valor, no entanto, é mais salgado do que o cobrado eventualmente em jogos em estádios de maior porte, como o Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Quanto a isso, Warton Lacerda explica que a quantidade de lugares está ligada diretamente ao preço dos ingressos. 

Leia també

"O Maracanã tem 70 mil ingressos para cada jogo. O Albertão foi liberado somente 25 mil. Poderia ter sido mais, mas não foi. É natural que o preço fique mais alto devido a carga de ingresso. Se a capacidade tivesse sido liberada para 35, 40 ou 50 mil, com certeza o ingresso seria bem mais acessível. ", destacou Lacerda.

O presidente licenciado do Altos frisou ainda que o time piauiense vive de copas e bilheteria. "É um time que não tem empresários apoiando e que vive de bilheteria, não tem nenhum órgão que invista dinheiro. Então, é na cara e a coragem", completou o presidente licenciado. 

Warton Lacerda acredita que os todos os acabarão nesta quarta-feira (27). No primeiro dia de comercialização, a bilheteria funcionou até as 22h, segundo Lacerda. 

"Optamos por não colocar venda on-line porque já eram poucos ingressos e torcedores do Maranhão e Ceará estavam se preparando para comprar uma grande carga. Se eles comprassem, esses poucos que seriam liberados aqui, não seriam suficientes para que os piauienses tivessem acesso. Realmente teve fila, sol, mas os piauienses compraram os ingressos", completou Warton Lacerda.  

 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir