Cidadeverde.com
Política

TJ-PI realiza posse solene do desembargador Aderson Nogueira nesta sexta (29)

Imprimir

Foto: Divulgação/TJ-PI

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) realiza na sexta-feira (29) a posse solene do desembargador Aderson Antônio Brito Nogueira.

A posse administrativa aconteceu no dia 17 de fevereiro. Agora será realizada a posse solene que será presidida pelo presidente do TJ-PI, desembargador José Ribamar Oliveira.

Aderson Nogueira é magistrado há 35 anos e assumiu a vaga deixada pelo desembargador Fernando Carvalho Mendes, aposentado recentemente. Ele assumiu o cargo pelo critério da antiguidade.

Perfil do desembargador

O desembargador Aderson Antônio Brito Nogueira, nasceu no município de Santa Filomena, no sul do Estado do Piauí, no dia 16 de dezembro de 1960. É filho de Benvindo Lustosa Nogueira e Eliane Brito Nogueira. Casado com Kacianny da Silva Belo Brito Nogueira, com quem tem 2 filhas: Lara Victoria e Marianne Antônia.

Cursou Educação Infantil e Ensino Fundamental no Colégio Sagrado Coração de Jesus, na cidade de Santa Filomena; concluiu o Ensino Médio no Colégio Estadual “Zacarias de Gois”, em Teresina. Fez bacharelado em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) em dezembro de 1985, depois prestou serviços, como estagiário, na Procuradoria Jurídica da Secretaria de Administração do Estado do Piauí, no período de 1985/1986.

Foi advogado da Prefeitura Municipal de Teresina, lotado na Secretaria de Assuntos Especiais, em 1986/1987. Foi aprovado no concurso público de provas e títulos para o cargo de Juiz Substituto do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, ingressando na Magistratura em 1987. Atuou, inicialmente, como juiz de Direito Adjunto sendo designado para responder pela comarca de Alto Longá, onde permaneceu até ser promovido. Como Titular, exerceu o cargo de Juiz de

Direito e Juiz Eleitoral nas Comarcas de Elesbão Veloso, 1ª entrância; Canto do Buriti, 2ª entrância; São Raimundo Nonato, 3ª entrância e Floriano, 4ª entrância, onde ascendeu ao topo da carreira em nível de 1º grau, sendo removido para Teresina em 2012. Depois foi designado para a 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública, onde permaneceu até conseguir o cargo de desembargador, pelo critério de antiguidade. Ainda como Juiz de Direito de 1º grau, foi Juiz Convocado na 4ª Câmara Especializada Cível deste Tribunal de Justiça, além de integrar e presidir a Turma Recursal Cível do Estado.

Foi Juiz Efetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí – TRE-PI, no biênio 2019/2021; Ouvidor Substituto do TRE no período de 09 de setembro de 2019 a 22 de setembro de 2020; Ouvidor Judicial do TRE de 27 de agosto de 2020 a 26 de agosto de 2021.

Participou de inúmeros congressos, cursos, simpósios e seminários jurídicos em todo o País, especialmente os promovidos pela Escola Nacional da Magistratura – ENM, vinculada à Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB, EJUD e ESMEPI”. Tem especialização em Direito Processual Civil, certificado conferido pelo Instituto Camilo Filho e Curso de Especialização “lato sensu” MBA em Gestão Judiciária, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ). Foi condecorado com a medalha de Mérito Eleitoral- “Desembargador José Vidal de Freitas”, Grau Ouro, em 18 de fevereiro de 2020.

Em 17 de fevereiro de 2022, foi empossado administrativamente no elevado Cargo de Desembargador do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, ocupando a vaga, por antiguidade, do Des. Fernando Carvalho Mendes.

Da Redação
[email protected]

Imprimir