Cidadeverde.com
Picos

“Aqueles que saíram devem ter tido benesses”, diz Júlio Arcoverde sobre prefeitos que deixaram o partido

Imprimir

Foto: Paula Monize - cidadeverde.com/picos

As eleições de 2022 que escolhem presidente, governadores, deputados federais e estaduais, tem movimentado o cenário político piauiense. O Partido Progressistas que elegeu 84 prefeitos em 2020, no inicío desse ano perdeu três apoiadores para o Partido dos Trabalhadores (PT).

A desfiliação mais recente foi a do prefeito de Parnaguá, Jondson Castro Fé.

O presidente estadual do Progressistas, o deputado estadual Júlio Ferraz Arcoverde, comentou sobre a postura dos gestores. Para ele a saída deve estar atrelada a algum benefício.

“Acreditamos muito na força do nosso partido. O poder é transitório, o carater é que tem de ser transparente. Aqueles que saíram devem ter tido alguma benesse e a gente não vai trabalhar dessa forma. Temos um plano de governo para construir o Piauí”, frisou o deputado.

Com foco nas eleições deste ano, uma grande expectativa gerada é a definição da suplência do Progressistas para a pré-candidatura do Joel Rodrigues ao Senado Federal. 

“Estamos fazendo uma pesquisa qualitativa para ver quem são os melhores suplentes que possam ajudar o Joel. Na minha opinião tem que ser representantes de várias regiões do Piauí”, disse Júlio Arcoverde.
O presidente do Partido ainda foi enfático ao declarar que o Joel vem crescendo no Piauí e por conta disso muitas pessoas tem manifestado interesse na suplência.

Flash Paula Monize

[email protected]

Imprimir