Cidadeverde.com
Últimas

DHPP investiga se adolescente de 15 anos foi assassinado por engano em Teresina

Imprimir

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Piauí, investiga se o adolescente de 15 anos, identificado como Marcelo Deivid Gomes da Silva, que foi assassinado a tiros no domingo (1), foi morto por engano em Teresina.

De acordo com o delegado Robert Lavor, do DHPP, o adolescente estava na garupa de uma motocicleta transitando na Avenida Poty Velho, quando algumas pessoas, em um carro, realizaram vários disparos de arma de fogo. O adolescente foi atingido e morreu no local. Já o condutor da motocicleta fugiu e ainda não foi localizado.

“As informações são poucas. O que temos são dois indivíduos em uma motocicleta, onde possivelmente foram abordados por um grupo em um veículo. Informação ainda de populares. A região não tem câmera de segurança, então na manhã de hoje a equipe de investigadores fez o trajeto dos últimos passos da vítima, aí sim vamos ter uma noção de quem teria participado do delito”, explicou o delegado Robert Lavor.

A polícia já iniciou uma investigação sobre Marcelo Deivid, mas até o momento não foi encontrado nenhum antecedente criminal contra o jovem.

“Fizemos uma busca nos sistemas policiais e não encontramos nenhum procedimento, nem mesmo na segunda vara de infância e juventude, então resta agora saber o ciclo de amizades, com quem andava e com quem esteve ontem à noite e o que motivou a morte”, informou Robert Lavor.

O delegado investiga se o alvo dos disparos na verdade era o condutor da motocicleta, que ainda não foi localizado. Até o momento, a polícia só sabe o apelido do condutor.

“Esse é justamente o ponto de interrogação, tem-se o apelido de um indivíduo, mas a gente só vai se dar por satisfeito quando encontrar essa pessoa e poder ouvir ela. Será que essa pessoa não seria a vítima efetiva, que as pessoas queriam como alvo? Então é um elemento imprescindível”, pontuou.

 

Bárbara Rodrigues e Tiago Melo
[email protected]

Imprimir