Cidadeverde.com
Últimas

Dr. Pessoa confirma Luís André na Semam e saída de Elisabeth Sá da gestão

Imprimir

Foto: arquivo Cidadeverde.com


O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos), afirmou nesta quarta-feira (4) que o vereador Luís André (União Brasil) será nomeado para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam). O chefe do executivo também confirmou a exoneração da jornalista Elisabeth Sá, que deixa de integrar a gestão. 

“100%, prego batido e ponta virada”, afirmou o prefeito sobre a ida de Luís André para a Semam. 

Com a saída de Luís André da Câmara quem assume é o primeiro suplente Zé Filho (Republicanos).  

Saída de Elisabeth Sá 

Dr. Pessoa também relatou que a exoneração de Elisabeth Sá foi acertada em uma conversa com o deputado Henrique Pires (MDB), esposo da gestora. Segundo o prefeito, o pedido de exoneração partiu do próprio parlamentar. 

“Ele chegou no modelo dele e antes de conversar disse: ‘não queremos outro lugar, será a pasta ou estaremos entregando a secretaria’. E está definido. A pasta não é mais da doutora Elisabeth”, contou o prefeito. 

Saad Rural

Dr. Pessoa também confirmou que o secretário Edvaldo Marques continuará na Secretaria de Agropecuária, tendo assumido interinamente a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Rurais (SAAD Rural). 

Ao comentar sobre a atuação de Edvaldo Marque, o prefeito não poupou elogios. 

“É um homem qualificado, focado, honesto e competente que eu prefiro que ele continue lá”, destacou. 

Primeira-dama na gestão

O prefeito também falou sobre a possibilidade da primeira-dama Samara Conceição passar a integrar a gestão, sendo um dos nomes cotados para a Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest). 

“Existe [a possibilidade], porque ela [Samara Conceição] é focada nas ações sociais, veio da roça e ela clama por justiça social”, disse o prefeito. 

As declarações do prefeito foram dadas durante uma ação de vistoria ao mutirão de limpeza contra a dengue que acontece ao longo desta quarta (04) no bairro Jacinta Andrade, zona Norte da capital.


Críticas à gestão passada 

O prefeito também fez duras críticas à situação das finanças da Prefeitura de Teresina deixadas pela gestão tucana. Dr. Pessoa relembrou sobre situações nas quais a capital perdeu investimentos de bancos internacionais devido a imbróglios em obras da administração municipal. 

Segundo o gestor, os episódios foram causados por ações realizadas ainda na gestão anterior. 
Uma destas foi a decisão do Banco Mundial em não renovar o contrato para o financiamento do Programa Lagoas do Norte.

“Encontramos zero de financeiro na Prefeitura Municipal quando chegamos. 95% da obras paradas […] Encontramos aqui a Lagoas do Norte que em 12 anos fizeram menos de 1/4 da obras. Eles pediram prorrogação e o Banco Mundial deu e quando chegamos estava parada e pedimos uma nova e o banco não deu, disse que ia cortar. Esta patologia causada pelo administrador anterior nós estamos na ativa

Outro momento citado por Dr. Pessoa foi com o Banco Francês, que de acordo com ele, buscava realizar investimentos na zona rural. 

“Outro exemplo bem marcante foi um empréstimo foi com o banco francês que disse ‘com a situação que está aí não vamos prosseguir’ e foram embora. Banco Francês que, através da Prefeitura, quer investir mais na zona rural”, destacou. 

Dr. Pessoa ainda anunciou que terá uma reunião ainda nesta semana para realizar a definição na região do Lagoas do Norte, uma das principais bandeiras de campanha. Segundo ele, o objetivo é concluir as obras até o fim de 2023.

 

Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir