Cidadeverde.com
Esporte

Único piauiense na seleção de nanismo, Matheus irá disputar Copa América no Peru

Imprimir

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Pela primeira vez o Piauí terá um representante na Seleção Brasileira de Nanismo. O atleta Matheus PG, de 24 anos, está de malas prontas para representar o estado e o país na Copa América da modalidade que inicia no dia 20 de maio e vai até o dia 24, em Lima, no Peru. Com muito orgulho, o piauiense conta que o caminho até a realização desse sonho foi árduo, mas que hoje vê tudo valer a pena. 

“Está representando a seleção brasileira em si é algo que eu nunca imaginei na minha vida. Eu sempre gostei de futebol, sempre fui apaixonado, mas não sabia que poderia representar a seleção brasileira de futebol, no caso, futsal que é futebol praticamente e eu sou um dos convocados, sou o único representante piauiense e me preparei muito, mas de um ano de preparação”, conta Matheus, atleta da seleção de nanismo. 

Da primeira convocação até a seleta lista final que conta com apenas 10 nomes se passaram alguns meses e aconteceram cortes, e até por isso uma valorização ainda maior do feito de vestir a camisa amarelinha. A Seleção tenta descentralizar seus convocados e apesar de ter como sede o Rio de Janeiro, onde inclusive os atletas se reuniram duas vezes esse ano para treinamentos tem convocados de vários estados do Brasil. 

Foto: Divulgação Braseleção

 

“Foi uma emoção muito grande quando eu vi meu nome na lista, pois eu tinha apoio e precisei correr atras de tudo para conseguir me preparar, fazer rifa, ir atras de patrocínios para a minha viagem de preparação, pois eu fiz duas viagens para o Rio de Janeiro e tive que bancar essas viagens e quando fui convocado eu vi que todo esse esforço valeu a pena e todo aquele cansaço que estava batendo mentalmente foi tudo embora e a sensação foi é que tudo valeu a pena”, relembrou o piauiense Matheus. 

Com 24 anos de idade, a rotina de Matheus sempre teve o esporte envolvido. Os primeiros contatos com os gramados e quadras surgiram aos sete anos de idade e de lá para cá só aumentam. E esse amor não é alimentado apenas dentro das quatro linhas, mas também nas arquibancadas, torcendo pelo clube piauiense do River Atlético Clube, que Matheus carrega até em forma de tatuagem pelo corpo. 

“Minha família em si é cearense e meu pai é apaixonado por futebol também e logo cedo me mostrou. Aí ele mostrou o Ceará e aqui no Piauí o River e a partir de 2009 comecei a conhecer o River, ter noção do futebol e ir no Lindolfo e Albertão e me apaixonei em especial pela torcida, que lotava estádio naquele tempo e era rotina”, conta Matheus PG, de 24 anos. 

A Copa América de Nanismo começa na próxima sexta-feira (20), em Lima, no Peru. Matheus embarca na madrugada desta sexta-feira (13) e a seleção está no Grupo 2 ao lado do Paraguai, Guatemala e Marrocos. Ao total, sete seleções brigam pelo título. 

 

 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir