Cidadeverde.com
Últimas

Dois policiais rodoviários federais são mortos a tiros em rodovia do Ceará

Imprimir

Foto: PRF

 

Dois policiais Rodoviária Federal do Ceará foram mortos na manhã desta quarta-feira (18) após serem baleados por um homem ainda não identificado. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os policiais mortos foram identificados como Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, de 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Souza, de 53 anos. Ambos eram cearenses e atuavam há 17 e 15 anos, respectivamente, na Polícia Rodoviária Federal (PRF). Atualmente, faziam parte do Comando de Operações Especiais da PRF.

O crime aconteceu no KM 6 da BR-116  próximo ao viaduto da Avenida Oliveira Paiva, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. 

Os policiais rodoviários federais estavam realizando uma fiscalização na BR-116, quando foram auxiliar um homem que andava de forma desorientada em meios aos carros. Após a retirada do indivíduo da via, ele teria resistido à abordagem e entrado em luta corporal com os agentes, conseguindo pegar a pistola de um dos policiais.

O agente Pedro Carneiro do Núcleo de Comunicação Social da PRF do Ceará, informou que os dois policiais federais foram chamados na rodovia por volta das 8h40  para ajudar no tráfego, já que um caminhão tinha quebrado. Ao chegarem ao local, eles foram informados que tinha um homem caminhando na via e estava atrapalhando o trânsito.

“A informação que tivemos é que eles entraram em luta corporal com o homem, que conseguiu pegar a arma e atirar nos dois policiais. Tudo ainda está sendo apurado. Após o crime, dois policiais à paisana viram o homem fugindo do local e atiraram nele, que veio à óbito”, contou o policial.

 

Foto: reprodução vídeo

Policiais militares, agentes da PRF e um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) estão no local da ocorrência. 

O trânsito no trecho da avenida Oliveira Paiva e da BR-116 chegou a ser bloqueado, mas foi liberado por volta das 13h30.

A PRF informou ainda que hoje haverá o velório dos policiais rodoviários federais Márcio Souza e Bonifácio. O velório será fechado para amigos e familiares e acontecerá na Superintendência da PRF no Ceará.

"Ainda não foi definido horário da cerimônia fúnebre e dos enterros, que ocorrerão amanhã 19/05", informou a PRF.  

Foto: divulgação PRF

 Raimundo Bonifácio à esquerda e Márcio Hélio à direita

Leia nota divulgada pela PRF

Nota de pesar


É com imenso pesar que informamos o falecimento dos Policiais Rodoviários Federais Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Souza, 53 anos, na manhã desta quarta-feira, 18 de maio, em Fortaleza. No momento do ocorrido,
os policiais atuavam na BR 116.

Durante uma fiscalização, Raimundo e Márcio foram auxiliar uma pessoa que caminhava desorientada na rodovia entre os veículos, a fim de evitar possível atropelamento.

No momento da retirada do indivíduo da via, o mesmo resistiu a abordagem e entrou em luta corporal com os PRFs. Em seguida, o elemento disparou com arma de fogo contra os policiais.

O PRF Márcio Helio Almeida de Souza tinha 15 anos na instituição. Ele nasceu em Baturité/CE, e atuou em diversos setores da PRF, com lotação no Ceará e em Roraima. Márcio era casado e deixa um filho. 

O PRF Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho ingressou na PRF em 2005. Ele é natural de Viçosa/CE, e atuou nos estados do Maranhão, Roraima e Ceará. Raimundo era casado e deixa duas filhas.

Os policiais faziam parte do Comando de Operações Especiais da PRF. A PRF apura o caso em conjunto com as demais forças de segurança responsáveis, tendo sido criado um gabinete de crise para acompanhamento da ocorrência.

O falecimento dos nossos policiais entristece toda a instituição. Manifestamos nossa sincera solidariedade e irrestrito apoio à família, desejando conforto também a familiares e amigos neste momento de dor.


Patrulheiros heróis das estradas
Enfrentando perigos reais
Muitas vezes com riscos à vida
Na pureza dos seus ideais

 

 

 


Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir