Cidadeverde.com
Esporte

Náutico e CSA empatam e permanecem na parte de baixo da tabela da Série B

Imprimir

Com um gol em cada tempo, Náutico e CSA empataram na noite desta quinta-feira, por 1 a 1, no estádio dos Aflitos, em Recife, pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os times figuram na parte de baixo da tabela.

O resultado aumenta o jejum de vitórias do Náutico para quatro partidas, sendo dois empates e duas derrotas em sequência. Os pernambucanos aparecem na 13ª posição, com oito pontos. Mesma pontuação que o CSA, que é o 16º pelo critério de desempate.

O fato lamentável do confronto foi que durante o primeiro tempo, torcidas organizadas do CSA e do Santa Cruz (aliadas) se concentraram no lado de fora e lançaram pedras para dentro dos Aflitos, atingindo torcedores do Náutico que estavam sentados atrás do gol, deixando o clima bastante tenso.

Mesmo fora de casa, o CSA impôs ritmo ofensivo no início do primeiro tempo e criou oportunidades de abrir o placar. Logo aos três minutos, Gabriel cobrou falta com força, o goleiro Lucas Perri espalmou e a bola passou na frente de Didira, que não conseguiu completar para o gol.

Os alagoanos seguiram no ataque e aos 23 foi a vez de Lourenço arriscar de fora da área e obrigar Lucas Perri espalmar pela linha de fundo. De tanto insistir, aos 24 os visitantes marcaram Após confusão na área, Giva Santos dominou, girou sobre a marcação e mandou para as redes.

Só que a vantagem no placar fez mal ao CSA, que recuou e viu o Náutico equilibrar a partida. Aos 38 minutos, Wellington Nascimento recuou mal, Jean Carlos ficou com a bola, driblou o goleiro Marcelo Carné e chutou. Contudo, o zagueiro Lucão salvou em cima da linha.

No segundo tempo, o CSA abriu mão de atacar e apostou nos contra-ataques para selar a vitória. A postura foi arriscada, já que o Náutico ficou com a bola e pressionou pelo empate, mas quase deu certo, já que aos 22 Felipe Augusto arriscou de fora da área e Lucas Perri espalmou para frente.

Mas o Náutico não desistiu e buscou o empate. Aos 35, Léo Passos chutou fraco em cima de Marcelo Carné, mas aos 39, após cobrança de escanteio de Leandro Carvalho, o baixinho Victor Ferraz apareceu de surpresa na área e cabeceou para o gol, livrando o Náutico da derrota em casa.

O Náutico volta a campo na quinta-feira para enfrentar o Ituano, às 21h30, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Enquanto o CSA jogará no sábado, dia 28, quando receberá o Novorizontino, às 16h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir