Cidadeverde.com
Últimas

Professores estaduais realizam manifesto em frente ao evento de pré-campanha de Rafael Fonteles

Imprimir

Fotos: Paula Monize/cidadeverde.com/picos

Na tarde deste sábado (21) durante o evento de lançamento da pré-campanha do "Time do Povo", em Picos, professores da rede estadual de ensino realizaram um manifesto.

A categoria está no 87º dia de greve, reivindicando reajustes salarais referentes aos anos de 2019, 2020 e 2022.

Munidos de faixas e cartazes, utilizando carro de som, os professores se concentraram em frente ao pórtão de entrada do evento, no Picoense Clube, e fizeram suas reivindicações. Na ocasião estiveram participando os Núcleos Regionais de Altos, Campo Maior e Fatanildes, além de representação estadual do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado do Piauí (Sinte-PI).

A professora e representante do Núcleo de Campo Maior, Edmar Nascimento, destacou que a categoria se sente revoltada e desgatada diante da luta pelo reajuste salarial.

"São três anos sem reajustes salariais, nós nunca conseguimos nada sem pressão. Sempre temos que ir à rua para conseguirmos o que é de direito nosso. Olha as pessoas poderiam estar entrando no evento sem vaias, mas infelizmente precisa ser assim porque temos um culpado que está deixando fazer isso é o ex-governador Wellington Dias e a atual governadora Regina Sousa", frisou Edmar Nascimento.

Diante do manifesto, policiais e seguranças particulares estiveram fazendo o controle. Nenhuma ocorrência foi registrada. No entanto, os integrantes do Time do Povo, os pré-candidatos Rafael Fonteles (PT) e Wellington Dias (PT) precisaram entrar pelo acesso lateral ao evento.

Imprimir