Cidadeverde.com
Esporte

Corinthians busca o empate com o São Paulo e mantém o tabu e a liderança

Imprimir

Os oito anos de tabu na Neo Química Arena foram mantidos pelo Corinthians, neste domingo (22), contra o São Paulo em um jogo em que a equipe alvinegra demorou para se encontrar. 

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O time alvinegro saiu atrás no placar, com gol de Calleri, e poderia ter sofrido uma goleada dentro de casa se não fosse a tarde inspirada do goleiro Cássio. 

No segundo tempo, a troca de Vítor Pereira foi decisiva. Adson aproveitou cruzamento de Lucas Piton e garantiu o empate por 1 a 1.

O resultado não apenas deixa o tabu vivo como mantém o Corinthians na liderança do Brasileirão, com 14 pontos. O São Paulo, que nunca venceu na Neo Química Arena, perdeu a chance de pular para a ponta da competição e termina a rodada na terceira colocação, dois pontos atrás do líder.

O empate deste domingo leva o tabu para 16 jogos. O Corinthians soma 10 vitórias dentro de casa, enquanto outros seis empates marcam a história do confronto na Neo Química Arena.

Para além do resultado, o São Paulo volta para casa reclamando de um lance polêmico envolvendo Renato Augusto no primeiro tempo. O meia corintiano, caído, tocou com a bola na mão dentro da área. O árbitro Wilton Pereira Sampaio mandou o jogo seguir.

O São Paulo teve as melhores chances do primeiro tempo e não abriu o placar cedo apenas porque Cássio estava em uma tarde inspirada. Do outro lado, o Corinthians não conseguia incomodar Jandrei. 

Quando conseguiu, foi às redes com Jô, aos 35 minutos da primeira etapa, mas a arbitragem anulou o lance por impedimento.

Quinze minutos mais tarde, o São Paulo, enfim, balançou as redes. Jonathan Calleri dominou cruzamento e tocou na saída de Cássio. O argentino ainda teria mais duas chances antes do intervalo, mas parou nas defesas do goleiro corintiano.

No segundo tempo, o São Paulo marcou o segundo gol, mas que também acabou anulado por impedimento. Eder, aos 17 minutos, recebeu passe enfiado de Calleri, driblou Cássio e mandou para as redes. O camisa 23, contudo, estava um pouco adiantado.

A bola na rede que valeu aconteceu aos 34 minutos do segundo tempo. Adson aproveitou cruzamento de Lucas Piton e empatou o jogo para o Corinthians.

No final do segundo tempo, mais uma boa defesa do goleiro preocupou o torcedor. Cássio defendeu a cabeçada de Igor Gomes, mas sentiu o ombro na queda. Ele precisou ser substituído por Matheus Donelli.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir