Cidadeverde.com
Últimas

Piauí apresenta queda de 50% nas mortes por Covid, diz levantamento Sesapi

Imprimir

Foto: Arquivo Cidadeverde.com 

O estado do Piauí está há duas semanas com a média móvel de mortes por Covid-19 zerada, segundo os dados do Painel Epidemiológico, da Secretaria de Estado da Saúde. Também foi registrado uma queda acentuada da média de casos da doença. 

Para o secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, a vacinação teve uma influência substancial nesse decréscimo de mortes e casos em decorrência das complicações do coronavírus. 

“Desde que começamos nossa campanha de vacinação percebemos a adesão da nossa população e este fator foi de suma importância para hoje apresentamos média móvel de óbitos pela doença zerada. As medidas adotadas pelos decretos do Governo do Estado também foram essenciais para chegarmos a esta situação”, pontua o gestor. 

De acordo com os dados do painel, nos últimos 14 dias o estado apresentou uma queda de 50% nas mortes, e a média móvel zerada. Os casos apresentaram uma queda de 33%, com a média móvel de 02 casos nas últimas duas semanas. A média móvel é um recurso que permite analisar se o número de casos confirmados e o de mortes da Covid-19 na última semana tem aumentado ou diminuído, de acordo com o mesmo intervalo de tempo das semanas anteriores. 

“Estudos da UFPI também apontam que nossa taxa de positividade está zerada, nas últimas duas semanas. Mas lembramos que a pandemia não acabou e é muito importante que nossa população continue tomando suas doses da vacina, e permanecemos vigilantes para que possamos está aí colhendo estes números de não ter óbitos e casos ativos para seguirmos a vida normal”, destaca o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães. 

Ocupação de leitos

As ocupações de leitos destinados à doença também apresentaram uma queda expressiva. Até esta segunda-feira(23), a ocupação de leitos clínicos estava em 12% (18 internados) , já as Unidades de Terapia Intensiva estão com a ocupação de 27,8 (10 internados) e os leitos de estabilização contam com 7,8% ocupados (04 internados).


Da Redação
[email protected] 

 

Imprimir