Cidadeverde.com
Últimas

Poste de energia elétrica pega fogo e assusta moradores no Centro de Picos

Imprimir

Foto: Divulgação/redessociais

Na noite desta quarta-feira (25), por volta de 22h27min, um poste de energia elétrica pegou fogo na Rua São José, no Centro de Picos. O incidente assustou moradores da área que acionaram o Corpo de Bombeiros e a empresa fornecedora de energia elétrica. 

Após o poste entrar em chamas, o fogo se espalhou pela fiação ameaçando atingir residências e estabelecimentos comerciais.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Picos, para conter as chamas foram utilizados quatro extintores de pó químico, extinguindo os focos.

“Para o primeiro combate, como a fiação ainda estava energizada, foram utilizados quatro extintores de pó químico do Corpo de Bombeiros, enquanto aguardava a empresa fornecedora chegar. Conseguiu-se extinguir os focos que estavam próximos do transformador e do estabelecimento comercial. Depois da rede elétrica desligada e com isso pode combater os focos com água do caminhão de incêndio”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros, tenente Rangel.

Poste que pegou fogo

Ao final da ocorrência nenhuma residência e/ou estabelecimento comercial foi atingido. 

A empresa fornecedora de energia, a Equatorial Piauí, enviou nota explicando que incêndio foi ocasionado por curto-circuito. Confira!

A Equatorial Piauí informa que o incêndio que afetou o poste localizado no Centro do município de Picos foi causado por um curto-circuito no reator da iluminação pública da área, afetando cabos da rede elétrica e de telefonia. A distribuidora foi acionada às 22h28 de ontem (25), onde imediatamente direcionou uma equipe ao local para realizar a interrupção do fornecimento de energia, para que o Corpo de Bombeiros pudesse controlar o fogo. Após a atuação dos bombeiros, a equipe da Equatorial substituiu os cabos de energia danificados, finalizando o serviço às 00h25. 

A concessionária ainda esclarece que a responsabilidade por instalações e manutenções de iluminação pública é das prefeituras municipais e dos cabos de telefonia e internet são de responsabilidade das empresas que prestam esses serviços.

Paula Monize

[email protected]

Imprimir