Cidadeverde.com
Política

Governadora diz que Piauí tem perdido para o tráfico e anuncia reforma de 27 delegacias

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

A governadora Regina Sousa (PT) fez um discurso na manhã desta terça-feira (31) para delegados e policiais da capital e demonstrou preocupação com o avanço do tráfico de drogas e facções no Piauí. A fala aconteceu durante a inauguração da nova sede da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), no Parque Ideal, zona Sudeste de Teresina. 

Regina avaliou que o Piauí tem perdido a batalha que tem travado contra o tráfico de drogas. Para a governadora, é preciso aprofundar-se e chegar até o primeiro escalão de criminosos que comandam este tipo de negócio ilegal.

“São pessoas que passam a maior parte da vida aqui [na delegacia] e está equipe, principalmente, o tráfico sempre desafiando e a gente sempre perdendo para ele. Precisamos ao menos empatar com o tráfico, porque quando chegamos na primeira ou no segundo, tem aquele que é o mais alto, que são os verdadeiros donos do negócio. É preciso atingir esse negócio para diminuir a violência nesse país. Precisamos estar preparados”, destacou.

Reforma em delegacias  

Regina Sousa ainda acrescentou que pretende reformar as 27 delegacias do estado até o final deste ano. O recurso já foi, inclusive, liberado. A exemplo do que foi feito com a nova sede da DEPRE que ganhou estrutura para um novo canil com cinco baias, um gabinete para cada um dos delegados, novos alojamentos, área de convivência, cozinha, sala de contenção e investigação.

Anteriormente, conforme apurado pela reportagem, os delegados e escrivães ficavam todos em uma única sala. A ampliação dará melhores condições para a realização de investigações.

Para Regina Sousa, apesar de se tratar de uma reforma, a obra representa um grande investimento para a segurança do estado. A governadora ainda revelou que se comprometeu em utilizar a fatia maior do orçamento estadual nesta área.

“É importante que olhemos para essas delegacias também, no que depender de mim, estarei tentando fazer abrir o caixa da Secretária de Fazenda para que possamos fazer essas coisas. Tem uma tendência de priorizar grande obras de asfalto e calçamento, que aliás nunca falta. Mas, para mim, isso aqui é uma grande obra, pois vai dar condições de trabalho para pessoas que passam boa parte da vida aqui”, disse.

“Não quero ninguém se arriscando para matar ou morrer”

Regina Sousa ainda orientou os delegados e policiais a não agirem de forma para “matar ou morrer”. A governadora relembrou as ações integradas que tem ocorrido entre forças de segurança em Parnaíba e elogiou o trabalho de inteligência desenvolvido na região. Para ela, o avanço da criminalidade da área é uma problemática “muito séria”, no qual é necessário que se chegue na ponta para ser combatido.

“Sei que não é fácil, não quero que ninguém se arrisque, é para fazer o que tem que ser feito, investigar, prender. Não quero ninguém se arriscando para matar ou morrer. É preciso que a gente consiga estrutura para ir além daquele pequeno consumidor. Se a gente não chegar na ponta do verdadeiro dono do tráfico a gente vai continuar perdendo. Tenho acompanhado o trabalho da PF e PRF na região Norte, onde estamos com um problema sério. É muito sério aquilo ali”, disse.

 

 

Flash Paula Sampaio
[email protected]

  • inauguração-depre_01.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • nova_depre_2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • nova_depre_4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • nova_depre_9.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • inauguração-depre_011.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • inauguração-depre_02.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • inauguração-depre_03.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • inauguração-depre_04.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
Imprimir