Cidadeverde.com
Esporte

Vasco e Grêmio empatam sem gols em jogo com clima quente e poucas chances

Imprimir

Disputas duras, faltas e cartões amarelos. Vasco e Grêmio, nesta quinta-feira (2), fizeram um jogo marcado muito mais pelo duelo físico do que pelas chances criadas.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

O jogo válido pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi de muita luta, com direito a bate-boca entre os jogadores. O empate por 0 a 0 é ruim para os dois times.

O Vasco deixa passar a chance de encostar no Cruzeiro, enquanto o Grêmio chega a cinco jogos sem vitória e a três sem marcar no campeonato.

Na tabela, o Vasco chega a 18 pontos e o Grêmio acumula 14. O time cruzmaltino segue em segundo lugar e a equipe gremista continua fora do G4, na quinta posição.

Com o apoio da torcida, o time carioca iniciou melhor na partida e pressionando o adversário. No entanto, caiu na armadilha montada pelo rival, que apostou em um jogo mais 'pegado' e, recebeu quatro cartões amarelos nos primeiros 45 minutos.

Getúlio não conseguiu segurar a bola na frente e Nenê passou a ter menos espaço para armar as jogadas. Apesar de tentar uma pressão na volta do intervalo, o time da casa pouco acertou o gol em São Januário, aos 11 minutos da etapa inicial e voltou a acertar a meta somente aos 40 do segundo tempo.

A atitude do Grêmio levou o jogo para onde, provavelmente, o time de Roger queria. Com Kannemann, Edilson, Thiago Santos e Benítez, o time gaúcho mostrou uma postura com pitadas de malícia e muito confronto físico.

Houve espaço para jogar, mas aí faltaram outras coisas. Tanto que a equipe chutou somente duas vezes no alvo.

O esquema 3-5-2 deixou Benítez mais livre para distribuir o jogo. Pelos lados, Nicolas ganhou mais espaço para atacar -enquanto Edilson esperava mais. O problema é que o time, no fim, afunilou bastante as jogadas pelo centro e Diego Souza ficou isolado.

Os ânimos estavam exaltados no confronto desta noite. Aos 24 minutos, o Vasco terminou o ataque, mesmo com Nicolas caído no meio campo. Além disso, por três vezes somente na primeira etapa, houve um princípio de tumulto entre os atletas.

A primeira foi entre Benítez e Quintero, aos 11 minutos, que se empurraram após uma cobrança de escanteio. Os dois levaram amarelo.

Pouco depois, Nenê e Edilson também discutiram. Edilson deu um chute forte para a arquibancada aos 37 e, desta vez, teve um embate com Figueiredo, que levou o amarelo por ter empurrado o adversário.

As duas equipes voltam a campo na terça (7), para a 11ª rodada da Série B. Às 19h, o Vasco visita o Náutico no estádio dos Aflitos. Mais tarde, às 21h30, o Grêmio recebe o Novorizontino em sua arena.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir