Cidadeverde.com
Entretenimento

Anitta diz ser a favor do sertanejo e fez parcerias com artistas do gênero

Imprimir

Agnews / AgNews

A cantora Anitta disse que não é a favor do que ficou conhecido por "CPI do sertanejo" e que o Brasil precisa de investigações contra a corrupção em geral. As afirmações foram feitas pela artista em uma série de publicações em sua conta do Instagram neste domingo (5).

Anitta esteve no centro de uma polêmica que deu início a investigações em torno de shows de astros do sertanejos pagos por prefeituras. Isso porque o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, se referiu a uma tatuagem íntima da cantora e criticou o uso da Lei Rouanet enquanto se apresentava em Sorriso, em Mato Grosso, pago com cachê de R$ 400 mil pela prefeitura de Sorriso.

Conhecido como "CPI do sertanejo", o caso colocou o Ministério Público na cola de administrações públicas de cerca de 30 cidades de Roraima, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso. A prefeitura da cidade mineira de Conceição do Mato Dentro, por exemplo, contrataria um show de Gusttavo Lima por R$ 1,2 milhão utilizando verbas desviadas áreas como educação, ambiente e infraestrutura –o show foi cancelado após as investigações do Ministério Público.

"Não quero criar polêmica com esse assunto, não tenho nada contra os sertanejos. Não sou a favor de CPI contra sertanejos", afirmou a cantora expoente do funk nas redes sociais antes de dar uma entrevista ao programa Fantástico, da Globo, em que comentou as investigações e no qual disse que já recebeu propostas de desvio de dinheiro.

A cantora também buscou se afastar de mais polêmicas envolvendo artistas de gêneros musicais diferentes. "Existem pessoas de bem e de mal em todas as profissões e ritmos. Tenho amigos no sertanejo, já cantei, respeito o ritmo", ela declarou.

Além do respeito, Anitta já realizou participações especiais em produções de artistas sertanejos, tendo colaborado com nomes como Luan Santana e Marília Mendonça.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir