Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo supera o América-MG no Morumbi e volta a vencer no Brasileirão

Imprimir

O São Paulo venceu neste domingo (12) o América-MG por 1 a 0, com gol de Patrick, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Morumbi. O resultado interrompeu uma sequência de quatro empates do tricolor, apesar de uma atuação pouco eficiente.

Foto: Estevão Germano / América

A equipe paulista está na 3ª posição da competição, com 18 pontos, enquanto o América é o 14º, com 14.

O técnico Rogério Ceni foi conservador na escalação do São Paulo e trouxe quatro volantes a campo, mas Pablo Maia jogava mais atrasado, formando a zaga com Miranda e Léo.

Nos 10 primeiros minutos do jogo, porém, a estratégia se mostrou errônea: aos 3 minutos, já nascia a primeira boa jogada, com Aloísio chutando ao lado da trave de Jandrei.

No minuto seguinte, o goleiro teve de defender chute de Evandro, também perigoso. Aos sete, os visitantes chegaram de novo: Kal acionou Patric, que passou para Everaldo finalizar na trave esquerda do São Paulo. Três minutos depois, Felipe Azevedo cabeceou próximo ao gol.

Por conta de uma disputa com Aloísio, o goleiro Jandrei se cortou e teve de receber atendimento médico. Um minuto depois, ele já teve de defender um cabeceio do atacante, impedindo mais uma boa chance do América.

O técnico Rogério Ceni, visivelmente incomodado, já pedia que Patrick se preparasse para entrar em campo na vaga de Luan, aos 28 minutos. O volante deixou o campo chorando, com dores na coxa esquerda.

A substituição deu certo. Aos 33, Gabriel Neves roubou a bola e tocou para Calleri. Ele tocou para Nestor, que avançou a jogada e tocou para Igor Vinícius.

Ele cruzou para o meio da área. A bola passou por toda a defesa do América e Patrick, bem posicionado, completou para o fundo da rede, abrindo o placar para o São Paulo.

O começo da segunda etapa atrasou porque Jandrei estava recebendo atendimento. Ele precisou levar pontos por conta do choque com Aloísio, mas retornou à partida.

A dinâmica do jogo pendeu mais para o São Paulo no começo da segunda etapa, mas sem grandes chances para os dois lados. A ausência de fluidez no jogo se deu pelas muitas faltas.

Ao contrário do primeiro tempo, Jandrei foi pouco acionado, mas a partida se se restringiu ao meio de campo e cruzamentos na grande área. Jailson, do América, até sofreu um pouco mais, mas nenhum lance precisou que ele se esforçasse. 

Um dos destaques da partida foi o zagueiro Miranda, que se antecipou às jogadas na zaga e conseguiu proteger o tricolor de um possível empate.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir