Cidadeverde.com
Últimas

MG investiga dois casos suspeitos de varíola dos macacos

Imprimir

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais investiga os dois primeiros casos suspeitos de varíola dos macacos no estado. As notificações são de Uberlândia e Ituiutaba, ambas cidades do Triângulo Mineiro. O paciente de Uberlândia morreu.

A doença é causada pelo monkeypox, vírus do gênero Orthopoxvirus. Na mesma família está o vírus causador da varíola. O contágio ocorre via contato com animais infectados. É possível que roedores façam a "ponte" com humanos.

Os sintomas da doença são febre, dor de cabeça, inchaço dos gânglios linfáticos e exaustão.

O primeiro caso suspeito em Minas Gerais foi notificado pela Prefeitura de Uberlândia em 11 de junho. O segundo, pelo município de Ituiutaba no dia 12.

Nos dois casos não há histórico de deslocamentos ou viagens para o exterior. A secretaria disse que não repassaria mais dados sobre os dois casos suspeitos para preservar a privacidade e individualidade dos pacientes.

Até a última quarta (8), pelo menos oito casos suspeitos da varíola dos macacos estavam sob investigação no país. Os casos eram de moradores de São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Em São Paulo há dois casos confirmados da doença. Ambos são considerados importados, já que os dois pacientes têm histórico de viagem recente para países da Europa.

Fonte: Folhapress

Imprimir