Cidadeverde.com
Economia

Aeroporto de Teresina espera aumento de 86% no fluxo de passageiros no feriado

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

O fluxo de passageiros deve crescer 86% no Aeroporto de Teresina no feriado de Corpus Christi este ano. Até o domingo (19), são esperadas cerca de 11,3 mil pessoas com o pico da movimentação sendo nessa quarta-feira (15), onde a estimativa é que 2,5 mil passageiros passem pelo local. No ano passado, foram registrados  6 mil passageiros no terminal.

De acordo com a gerência do Aeroporto de Teresina a perspectiva de retomada econômica e a confiança no panorama de cobertura vacinal contra a Covid-19 são alguns dos fatores que contribuem para o aumento da movimentação de passageiros. 

“Mesmo com uma série de desafios ainda por superar, estamos em um cenário mais favorável para a retomada após o momento crítico da pandemia. Além do aquecimento da economia, entendemos que o aumento da movimentação de passageiros ocorre porque boa parte da população já está imunizada contra a Covid-19 e cada vez mais confiante para retomar suas atividades”, avalia o gerente executivo de Planejamento Operacional da CCR Aeroportos, Giuliano Balletta.

Recomendações

A CCR Aeroportos recomenda aos passageiros chegar com antecedência no aeroporto e ter uma atenção redobrada aos horários de embarque. 

Mesmo com o avanço do plano nacional de vacinação contra a Covid-19 e a flexibilização das regras sanitárias, o setor de aviação segue todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que os visitantes, a comunidade  aeroportuária e os passageiros se sintam seguros para voar e circular nos aeroportos. O uso de máscara continua sendo necessário na sala de embarque e nas aeronaves.

CCR Aeroportos

Neste feriado, a previsão de movimentação de todos os 16 aeródromos administrados pela CCR Aeroportos é de 200,2 mil passageiros, um aumento de 169% em relação ao movimento de Corpus Christi do ano passado. Entre pousos e decolagens, são esperadas 1.663 operações de aeronaves no período.

Os números abrangem os aeroportos operados pela companhia em Curitiba, Bacacheri, Foz do Iguaçu e Londrina, no Estado do Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul; Goiânia, em Goiás; Palmas, no Tocantins; São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Petrolina, em Pernambuco; Teresina, no Piauí, e Pampulha, em Minas Gerais.

 

 

 

Da Redação
[email protected] 

 

 

  

Imprimir