Cidadeverde.com
Esporte

Altos pode ‘escapar’ de punição por erro em súmula baseado em outros casos; Entenda!

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Paulo Rangel atacante Altos-PI

O Altos foi denunciado para o STJD por um erro em súmula no jogo contra o Ferroviário-CE válido pela 10ª rodada da Série C do Brasileiro. De acordo com a denúncia o time piauiense não colocou o atacante Paulo Rangel, autor do gol da vitória, na súmula da partida, pois na numeração 21 estava o jogador Paulo Rodrigo, mais conhecido como Azulão, que também integra a equipe piauiense. O erro pode custar até seis pontos para o Altos. Três ganhos no jogo e mais três de punição, pois é como se Paulo Rangel não estivesse sequer na partida. 

Na escalação liberada pelo clube nas redes sociais o camisa 21 é realmente o centroavante Paulo Rangel, mas na súmula eletrônica da CBF o camisa 21 corresponde a Paulo Rodrigo Silva, atacante conhecido como Azulão que sequer foi relacionado. O caso ainda será julgado pelo STJD, mas o Altos tem alguma chance de não sofrer punição com pontos e apenas multa financeira baseado em alguns casos semelhantes que aconteceram no futebol brasileiro. 

Foto: CBF

                                                                                       

Súmula ao invés de Paulo Rangel tem Paulo Rodrigo Silva com numeração 21

Como por exemplo no futebol feminino na partida entre Portuguesa x Tiradentes, equipe do estado do Piauí no ano de 2017. Na época, o advogado de defesa colocou o erro na arbitragem também, já que eles têm obrigação de checar as sumulas antes do início do jogo.

LEIA TRECHO DA DEFESA DA PORTUGUESA:

Defendida no processo pelo advogado Marcio Andraus, a Lusa pode reforçar a tese que não houve escalação irregular. “O artigo 214 fala em incluir na equipe atleta sem condição e jogo. A atleta não tinha suspensão por motivo algum, está registrada e foi titular na última partida e a DCO em nenhum momento informou alguma irregularidade.  A defesa está comprovando que ela tinha condição de jogo. A súmula foi preenchida de forma equivocada pelo árbitro e a condição e jogo está comprovada. Não se pode falar em artigo 214. A Portuguesa venceu pelo agregado de resultados e não há motivos para mudar a decisão de campo”.

Além do caso no futebol feminino, a equipe do Corinthians teve um caso exatamente igual no ano de 2015 e o clube paulista também não foi punido com a perda de pontos apenas multa financeira. 

A diretoria do Altos não emitiu nota ou mesmo quis falar sobre o caso, mas de acordo com fontes dentro do clube a parte jurídica está atenta e cuidando do caso. 

O Altos atualmente vive excelente fase dentro de campo e tem 13 pontos somados dentro da Série C e ocupa a 13ª colocação na tabela. O time de Fernando Tonet inclusive conseguiu uma vitória brilhante no último domingo (19) diante o Remo-PA por 2 a 1, na casa do adversário e diante um Baenão lotado. O próximo compromisso será contra o Vitória-BA em casa, no Lindolfo Monteiro, em Teresina. 

 

 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir