Cidadeverde.com
Política

Wellington Dias afirma que está preparado para enfrentar as fake news nas eleições

Imprimir

O ex-governador Wellington Dias (PT) disse, em entrevista ao Jornal do Piauí, nesta terça-feira (21), que está preparado para enfrentar as “fake news” nas redes sociais durante as eleições deste ano. Na ocasião, ele menciou o que teria acontecido há quatro anos na disputa presidencial.

Ele lembrou que o candidato do seu partido foi alvo de uma montagem, disparada massivamente por computadores de fora do país, sugerindo que ele fosse pedófilo. O termor é que a situação torne a se repetir em 2022.

"Isso vai acontecer de novo. Aliás, temos que estar preparados para tudo, porque é o povo do desespero, do ódio, lamentavelmente. Nunca vi tanto ódio, tanta intriga, tanta mentira. Isso é ruim inclusive, vamos ter que ter uma reconstrução”, avaliou o petista.

Wellington Dias, que deve disputar uma vaga ao Senado no pleito do próximo mês de outubro, também afirmou que sempre foi alvo deste tipo de ação nas disputas em que participou. Ele citou, por exemplo, o "uso eleitoreiro" dos órgãos de controle.

“A Polícia Federal é uma estrutura séria, o Ministério Público é uma estrutura séria, o Judiciário é uma estrutura séria, mas infelizmente um ou outro se deixava utilizar o resultado é que se fazia todo um espetáculo com operação, acusações e prejulgamento. Temos que estar preparados para tudo, mas nada vence a verdade”, pontuou o pré-candidato. 

Em outro exemplo, Wellington Dias citou a manifestação de professores e trabalhadores da educação no Piauí. Ele enfatizou que o estado respeita a Lei do Piso do magistério e tenha estendido o reajuste aos servidores inativos, mas a pauta de reivindicação da categoria está sendo usada politicamente pela oposição

“Virou algo da política. É tanto que a manifestação é onde eu e o Rafael vamos, não onde está o governo. Infelizmente estão usando o Sinte-PI para um palanque eleitoreiro. Não é todo mundo, é um grupinho que infelizmente está fazendo isso. É o povo do Bolsonaro, que está dando zero de reajuste, para fazer um jogo do Bolsonaro no Piauí",declarou o ex-governador.

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir