Cidadeverde.com
Picos

Ministro da Educação inaugura Escola Cívico-Militar em Picos

Imprimir
  • USAR_7.JPG Paula Monize
  • USAR_4.JPG Paula Monize
  • USAR_9.JPG Paula Monize
  • USAR_2.JPG Paula Monize
  • USAR_6.JPG Paula Monize
  • USAR_8.JPG Paula Monize
  • USAR_3.JPG Paula Monize
  • USAR_5.JPG Paula Monize
  • USAR_1.JPG Paula Monize

Na tarde desta quinta-feira (23) o Ministro de Estado da Educação, Victor Godoy, esteve cumprindo agenda no município de Picos, distante 314 km da Capital Teresina. Na ocasião, foi inaugurada a primeira Escola Cívico-Militar Coronel João de Almeida, no bairro Parque de Exposição, zona leste da cidade.

A solenidade contou com a participação do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte; deputada federal Marina Santos (Republicanos); senador Elmano Férrer (Progressistas); prefeito de Picos, Gil Paraibano (Progressistas); secretária municipal de Educação, Noêmia Marques; além gestores da região e comunidade escolar.

A Escola Cívico-Militar Coronel João de Almeida teve as aulas iniciadas em março de 2022. Ao todo, estão matriculados 316 alunos  no Ensino Fundamental II (6° ao 9° Ano) que conta com um conceito inovador de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. 

O Ministro da Educação, Victor Godoy, explicou que o projeto das Escolas Cívico-Militares não muda apenas a realidade dos alunos, mas da comunidade onde estão inseridas.

"É uma felicidade imensa. Uma escola dessa transforma não só os alunos, mas toda a comunidade ao entorno. Estudos cientificos mostram que diminuem a criminalidade, a taxa de abandono e evasão escolar, melhora o desempenho dos alunos. É um projeto que tem uma fila de espera de tamanho sucesso que fez. Esse ano, vamos chegar ao projeto de 216 escolas implantadas, uma meta que era para 2023 antecipamos para esse ano", explica o ministro. 

Ministro Victor Godoy

O projeto da Escola Cívico-Militar foi viabilizado com apoio da deputada federal Marina Santos (Republicanos). A parlamentar que é picoense menciona o orgulho em poder colaborar com a educação de Picos, assistindo crianças e adolescentes em situação de  vulnerabilidade social.

"Hoje é um dia de muita emoção para mim, porque sou nascida em Picos, sou picoense, aqui estudei e saí apenas para concluir o Ensino Superior. Hoje voltar trazendo mais educação para quase 400 crianças em vulnerabilidade social, isso enche meu coração de muita alegria, em poder estar colaborando", enfatizou a deputada Marina Santos.

Deputada Marina Santos foi idealizadora do projeto para Picos

O filho do homenageado que dá nome à Escola, João de Almeida, ressalta a emoção de ver o nome do seu pai eternizado neste projeto educacional.

"Esse é um momento de muita emoção. Nossa gratidão ao Gil, que foi um grande amigo de meu pai e aqui com certeza meu pai teve muitas felicidades, foi um lugar que ele mais viveu feliz da vida foi aqui [Picos]. Sempre vinha aqui rever os amigos, a cidade. Tenho certeza que de onde ele estiver estará muito feliz", disse emocionado.

Filho do homenageado, João de Almeida

O prefeito de Picos, Gil Paraibano (Progressistas), falou da alegria em poder inaugurar a 100ª Escola Cívico-Militar do Brasil na "Cidade Modelo".

"Essa é a centésima escola Cívico-Militar que está sendo inaugurada no Brasil. Uma escola que tem muita discipla, com ensino de qualidade, preparando os alunos para o futuro. Esperamos que mais escolas como essas sejam espalhadas por todo o país", frisou.

Prefeito Gil Paraibano

Vidas transformadas

Um dos parâmetros pedagógicos da Escola Cívico-Militar é através dos ensinamentos de disciplina, respeito, os alunos que convivem com realidades sociais complexas possam ter suas vidas transformadas através da Educação.

O diretor da Escola de Picos, Eduardo Damasceno, enfatizou que através dos projetos educacionais os alunos tem transformado seu comportamento e conduta social. 

"Esse é o nosso grande objetivo buscar excelência, transformando realidades num bairro periférico. Muitos alunos estão mudando a vida, se empenhando, se dedicando, tendo disciplina. Os militares, professores, equipe, todo mundo emplogado buscando o melhor. Temos um caso de um aluno que chegou a nossa escola que tinha problema em casa e através do Projeto Valores, que fala sobre cidadania, respeito. Esse aluno mudou da água para o vinho, sendo aluno exemplar e liderando", pontuou o diretor.

Diretor Eduardo Damasceno

A estudante do 9º Ano B da Escola Cívico-Militar, Fernanda Gabriela Mendes Lima, destacou que a experiência de estudar na unidade de ensino tem lhe proporcionado ensinamentos para vida.

"Está sendo uma experiência maravilhosa, pois além dos ensinos das outras escolas aqui aprendemos sobre respeito, disciplina. São coisas que todos nós alunos devemos e queremos levar para a nossa vida", disse a estudante.

Paula Monize

[email protected]

Imprimir