Cidadeverde.com
Cidades

Mulher de 32 anos é encontrada morta em Avelino Lopes.

Imprimir

Foto: reprodução

O corpo de Karina Gama da Silva, 32 anos de idade, foi encontrado em um matagal à beira de uma estrada na localidade Baixão do Avelino, zona rural do município de Avelino Lopes, nesta quarta-feira (29), possivelmente vítima de feminicídio. Ela estava desaparecida desde o início da tarde de segunda-feira (27), quando deixou a filha às 13h na porta do Colégio Urbano Araújo. Desde então, a família procurava desesperadamente pela mulher, já que a mesma não tinha qualquer histórico de uso de drogas, álcool e nem tinha como hábito ausentar-se do lar. A Polícia Militar foi informada do seu desaparecimento na tarde de terça-feira (28), quando deu início às buscas. Encontrado por populares, o corpo já estava em decomposição, o que sugere que ela já estaria morta há mais de 24h.
 
O principal suspeito do crime é o ex-marido de Karina, Evaristo Paulo Gama da Silva, de 44 anos. As imagens da câmera de segurança de um estabelecimento comercial localizado na Avenida Eutímio Alves, principal via de acesso à escola da filha de Karina, mostram um veículo Kadet prata, de propriedade de Evaristo, com um casal a bordo.  O mesmo veículo com o casal foi visto por operários da empresa que realiza a recuperação da PI-255, entre os municípios de Avelino Lopes e Curimatá, logo no início da tarde de segunda-feira. O Kadet retornou da zona rural e seguiu em direção à Curimatá na mesma tarde, mas sem a mulher no seu interior, segundo os mesmos trabalhadores.

A Polícia Militar chegou a realizar buscas na localidade Baixão do Avelino, mas não obteve êxito. Os policiais também estiveram na localidade Baio, zona rural do município de Curimatá, onde o suspeito tem parentes, mas igualmente não encontrou nem a mulher nem o suspeito. Posteriormente o corpo foi encontrado por populares em um matagal na margem direita da estrada que dá acesso à localidade Baixão do Avelino.
 
Assim que confirmaram a morte de Karina, os policiais militares acionaram a Polícia Civil, que por sua vez, acionou a Perícia Criminal em Bom Jesus. O corpo da vítima apresenta lesões e a polícia acredita, preliminarmente, que ela pode ter sido morta por estrangulamento, o que será confirmado apenas após a realização da perícia.
 
Segundo populares, o casal teve uma separação conturbada quando ainda morava em Brasília e ela já havia sofrido com a violência e ameaças do ex-companheiro. Familiares relataram que, em uma tentativa de convivência harmoniosa, eles chegaram a morar no município de Riacho Frio, também no Extremo-Sul do Piauí, onde os desentendimentos voltaram a acontecer e Karia teria registrado um Boletim de Ocorrência, relatando as agressões e solicitando uma medida protetiva contra o companheiro. Depois disso, ela mudou-se para Avelino Lopes, para fugir das agressões do ex-companheiro.

A morte de Karina causou revolta e comoção na pequena cidade do interior, já que a mesma era muito querida pela comunidade. Os familiares clamam por justiça.

 A Polícia Militar realizou diversas buscas, mas não encontrou o suspeito, que encontra-se foragido.

Com informações portal corrente

Imprimir