Cidadeverde.com
Esporte

Athletico-PR arranca empate com Libertad e avança às quartas da Libertadores

Imprimir

Com um gol salvador de Rômulo, aos 44 minutos do segundo tempo, o Athletico-PR arrancou um empate por 1 a 1 contra o Libertad e se classificou para as quartas de final da Libertadores na noite desta terça-feira (5), no Defensores del Chaco. Na ida, o time rubro-negro havia vencido por 2 a 1.

O embate iniciou bem franco, com chances para os lados. Depois dos 15 minutos, os mandantes passaram a alugar o campo de ataque. Apesar de insistir na bola aérea, o gol saiu por baixo, com Roque Santa Cruz driblando dois dentro da área e batendo cruzado nos acréscimos da etapa inicial.

No segundo tempo, brilhou a estrela do técnico Felipão, já que o gol saiu com dois jogadores que entraram na segunda etapa. Khellven a falta e Rômulo anotou o gol da classificação. O treinador chegou ao seu 14ª jogo de invencibilidade no Athletico-PR.

Classificado, o Athletico espera agora a definição entre Estudiantes-ARG e Fortaleza para conhecer seu adversário nas quartas de final. No jogo de ida, no Castelão, empate por 1 a 1. A volta será na quinta (7), às 21h30, na Argentina.

Os primeiros minutos foram lá e cá. Erick, aos três minutos, bateu cruzado cara a cara com Martín Silva, que conseguiu espalmar.

Cuello também teve boa oportunidade aos sete minutos, batendo por cima da meta. Caballero, com menos de um minuto, e Santa Cruz, aos quatro minutos, responderam para os mandantes.

Depois dos 15, o Libertad começou a tomar conta da partida, rondando mais o campo de ataque e levando perigo nas bolas levantadas na área. 

O gol, no entanto, saiu por baixo, já nos acréscimos. Santa Cruz recebeu na área, passou por Nico Hernández, Pedro Henrique e finalizou cruzado, sem chance de defesa para Bento.

As duas equipes voltaram com mudanças do intervalo: Mendieta entrou no time da casa e Matheus Fernandes, nos visitantes.

As trocas não mudaram o cenário e o clube alvinegro continuou mais próximo do gol. Mendieta mandou por cima da meta aos nove minutos, e Bento salvou a cabeçada de Roque Santa Cruz, aos 15 minutos.

O duelo ficou muito tenso nos minutos finais. Vitor Roque arrancou pelo meio e bateu firme para Martín Silva saltar e espalmar a bola, aos 23'. Dez minutos depois, Bareiro finalizou e Erick salvou de carrinho. 

O gol salvador de Rômulo saiu aos 44, quando a partida parecia estar encaminhada para o empate.

Rômulo, que entrou na vaga de Vitor Roque, cabeceou firme após cruzamento na cobrança de falta de Khellven, que também entrou na segunda etapa. Martín Silva espalmou, mas ele mandou para a rede no rebote.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir