Cidadeverde.com
Picos

Delegado explica sobre golpe através de pix e cartão por aproximação

Imprimir

Os golpes via pix e cartão por aproximação tem se tornado recorrentes e feito diversas vítimas. O delegado do 1º Distrito Policial de Picos, Petrônio Henrique, dá dicas de como as pessoas podem evitar esses tipos de crimes.

Em se tratando do crime de cartão por aproximação, as pessoas devem deixar o dispositivo financeiro bem guardado evitando ser pego no golpe da maquineta.

"Orientamos à população para que não deixem o cartão solto na bolsa, na calça, no bolso do short. A máquina pra fazer o golpe precisa de uma distância de 5 cm. Deixe o cartão na carteira, na bolsa num lugar bem guardado. Se for a uma festa, entre no aplicativo e inative essa ferramenta temporiamente pra evitar o golpe", disse o delegado.

Petrônio Henrique ainda dá orientações sobre golpes envolvendo pix. Segundo ele, é preciso checar pedidos de dinheiro por aplicativo e/ou compras em site com grandes promoções.

"Alguém liga pra você, finge que é o seu filho, parente, amigo, pedindo dinheiro. Se alguém pedir dinheiro ligue para a pessoa e confirme. O pix é transferência em questão de segundos, daí já faz transferência para outra conta. Desconfie de anúncio em instagram, compre em site conhecido", concluiu. 

Imprimir