Cidadeverde.com
Esporte

Cano brilha e Fluminense vence Ceará em despedida de Fred

Imprimir

Fluminense e Ceará se enfrentaram na noite deste sábado (9), pelo Campeonato Brasileiro, na última partida de Fred como jogador profissional.

Foto: Lucas Merçon, Mailson Santana e Marcelo Gonçalves/FFC

Vivendo boa fase, os donos da casa, em um Maracanã lotado, venceram por 2 a 1, gols dos atacantes Cano e Matheus Martins; Luiz Otávio descontou.

Com isso, o Flu chega aos 27 pontos e assume a segunda posição do torneio. Enquanto isso os visitantes continuam na parte de baixo da tabela, na décima quinta posição, com 18 pontos.

O foco agora do tricolor carioca é na partida do dia 12, terça-feira, quando visitam o Cruzeiro pelo jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil. Já o Ceará receberá o Fortaleza, um dia depois, pela mesma competição.

Uma das maneiras que os torcedores tricolores tiveram para homenagear o ídolo foi fazendo máscaras com o rosto de Fred. Também era possível ver muitos números "9" nas arquibancadas do Maracanã.

O atacante ficou bastante emocionado quando chegou ao Maracanã. A cada momento a diretoria ou torcida do Flu fazia homenagens e distribuía carinho ao ídolo do Flu.

No momento que o Fluminense entrou em campo, a torcida do Fluminense mostrou um mosaico com a frase "O Fred vai te pegar". Além disso, uma imagem do gol de voleio contra o Flamengo, em 2012.

A torcida do Flu não parava de cantar e celebrar e, logo após o mosaico, soltaram fumaça como parte da "festa". Por isso, o árbitro Luiz Flavio de Oliveira pediu para o jogo atrasar um pouco para que a visibilidade ficasse boa.

Jogo

Como já era esperado, o Fluminense começou a partida com muita intensidade. Ganso era um dos mais acionados e os laterais apoiavam constantemente no campo de ataque.

O goleiro do Ceará fez um milagre aos 11 minutos do primeiro tempo. Como é característico desde a chegada de Diniz, o Flu povoou a área adversária com vários jogadores e quem teve a chance foi o atacante Cano, que chutou forte só não fez o gol pela ótima intervenção de João Ricardo.

Vinte minutos depois foi a vez de Fábio ser fundamental para deixar o jogo sem gols. O lateral Bruno Pacheco arriscou de longe e viu o arqueiro tricolor espalmar para escanteio.

O gol do Fluminense saiu aos 38 minutos do primeiro tempo. Caio Paulista recebeu a bola pela direita, teve espaço e cruzou com precisão na cabeça do atacante Cano, que não desperdiçou e foi comemora com Fred do outro lado do gramado.

O Ceará não teve receio de marcar o Fluminense com linhas altas, dificultando assim a saída de bola dos donos da casa. Como esforço em campo, a equipe quase chegou ao empate aos 43 minutos com Lima, que dominou no peito e mandou de bicicleta. A bola não entrou por pouco.

No segundo tempo, Cano novamente saiu da marcação e achou Matheus Martins, que precisou apenas chutar reto no gol vazio para ampliar. Os visitantes quase diminuíram com Vina depois, mas Fábio fez ótima defesa - a bola ainda bateu no travessão.

Nos acréscimos, Luiz Otávio aproveitou sobra de bola na área e diminuiu o placar, mas era tarde demais para o Ceará buscar o empate.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir