Cidadeverde.com
Esporte

Santos vence Atlético-GO no primeiro jogo pós-Bustos, mas repete problemas

Imprimir

Comandado pelo técnico interino Marcelo Fernandes, após a demissão do técnico Fabián Bustos, o Santos venceu o Atlético-GO por 1 a 0, neste domingo (10), em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado pelo garoto Lucas Barbosa.

Foto: Divulgação/Santos

Essa foi a primeira partida do peixe sem o comandante argentino. A equipe não teve um desempenho superior ao de partidas anteriores, mas aproveitou a chance que teve para voltar a vencer.

Com isso, o Peixe chega a 22 pontos e entra na parte de cima da tabela do Brasileirão. Já o Dragão permanece com 17 pontos e continua nas últimas posições do torneio.

O foco do Santos agora é na partida do dia 13 de julho, quarta-feira, quando recebe o Corinthians pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. No mesmo dia e pela mesma competição, o Atlético-GO visita o rival Goiás.

O Santos começou bem a partida, com o estilo de jogo que o torcedor já está acostumado: intensidade e toques rápidos. Porém, os problemas dos últimos jogos continuaram, com poucas finalizações e tomadas de decisões erradas ao longo de toda a partida.

O time comandado por Jorginho não se achou na primeira etapa e quase levou o gol. As duas laterais não ajudavam no apoio ofensivo e permitiram alguns espaços para os atacantes adversários.

O segundo tempo foi parecido e faltou poder de reação após o gol do Santos.

Jogo

Os primeiros vinte minutos da partida deste fim de semana foram marcados pela velocidade e pressão do Santos, que tinha o trio de ataque formado por Marcos Leonardo, Lucas Braga e Léo Baptistão.

A melhor chance foi aos 16, quando Marcos Leonardo se posicionou bem na área e recebeu cruzamento pela direita de Rodrigo Fernández. O gol só não saiu porque a cabeçada do atacante passou raspando a trave do goleiro Ronaldo.

A pressão do Peixe continuava e aos 42 minutos os mandantes tiveram nova chance de gol, desta vez com Lucas Braga. O atacante conduziu a bola pela esquerda, saiu da marcação e mandou para a área. O defensor do Atlético-GO tirou quase em cima da linha.

No segundo tempo, o jogo continuou no mesmo ritmo e o Peixe do técnico Marcelo Fernandes repetia os erros de antes. Linhas muito espaçadas, alguns erros de marcação e decisões erradas na hora de criar jogadas.

O gol saiu aos 31 minutos do segundo tempo, em um lance de oportunismo do garoto Lucas Barbosa, que aproveitou a sobra da bola na entrada da área e chutou forte, dando a vitória ao Peixe.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir