Cidadeverde.com
Geral

Bandidos arrombam sede da Cáritas e levam R$ 50 mil em equipamentos

Imprimir

Foto: Ascom / Arquidiocese de Teresina

A sede da Cáritas Arquidiocesana de Teresina, no Centro Pastoral Paulo VI, Avenida Frei Serafim, foi arrombada na madrugada de domingo (10). Os criminosos entraram no prédio por meio de uma lixeira e levaram cerca de R$ 50 mil em equipamentos.

Segundo a coordenadora da Cáritas Teresina, Lucineide Rodrigues, na ação foram levados computadores, caixas de som, data show, microfones, câmeras, impressoras e folhas A4, o que inviabiliza a continuação do trabalho da entidade em Teresina. 

“Eles entraram pela lixeira. Arrombaram a grade da lixeira, depois a porta, em seguida a grade da sala da Cáritas, depois a portal e por último a grande e porta que dava acesso ao local onde os equipamentos estavam. Essa é a segunda vez que a sede da Cáritas é alvo de criminosos”, destacou Lucineide Rodrigues. 

Após o furto, foi registrado um boletim de ocorrência. Equipes da Polícia Civil estiveram no local para realizar uma perícia e iniciar o trabalho de investigação. 

A Arquidiocese de Teresina se manifestou sobre o episódio por meio de nota: 

A Arquidiocese de Teresina lamenta profundamente o furto ocorrido na sede da Cáritas Arquidiocesana, localizada no Centro Pastoral Paulo VI, na madrugada deste domingo (10).

Na ação, foram levados os computadores, caixa de som, impressora, data show e vários instrumentos de trabalho dos funcionários, contabilizando um prejuízo financeiro de cerca de R$ 50 mil, inviabilizando a continuidade dos trabalhos.

Após a constatação do furto foi registrado um boletim de ocorrência, e em seguida a Polícia Civil realizou uma perícia no local, dando início às investigações para identificar os envolvidos na ação criminosa.

A Cáritas é uma das mais destacadas organizações sociais do Piauí, atuando desde 1956 na atenção aos mais necessitados. No momento, será realizada uma campanha para arrecadar recursos e adquirir os materiais necessários à sua missão. 

Diante deste triste ocorrido, a Arquidiocese lamenta a situação de insegurança da cidade de Teresina, e roga ao Senhor que conceda paz a toda a sociedade.

Foto: Ascom / Arquidiocese de Teresina

Doações

Para conseguir recuperar o material e voltar às atividades, a entidade lançou uma campanha para arrecadar fundos a fim de conseguir repor os equipamentos roubados. 

“Temos um programa chamado Estenda a Mão e Faça a Diferença. Agora somos nós que estamos precisando de ajuda. A situação é muito difícil e estamos fazendo a campanha para conseguir ter o material de volta. Qualquer quantia ou equipamento pode ser doado”, ressaltou Lucineide. 

A coordenadora lamentou ainda o fato da Cáritas ter sido alvo de criminosos. 

Lucineide Rodrigues destacou ainda que vem percebendo um crescimento em invasões a organizações sociais, que geralmente servem para ajudar os mais pobres e pessoas em situação de crime. 

 

 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir