Cidadeverde.com
Esporte

Zagueiro Leandro Castán anuncia aposentadoria e relembra carreira após tumor

Imprimir

Leandro Castán anunciou, nesta segunda-feira (11), a sua aposentadoria do futebol aos 35 anos. O agora ex-zagueiro, que rescindiu contrato com o Guarani, publicou um vídeo nas redes sociais confirmando o fim de sua carreira.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Formado nas categorias de base do XV de Jaú, o atleta se destacou, principalmente, com a camisas de Corinthians, Roma e Vasco - ele chegou a ser convocado para jogar na seleção brasileira na era Mano Menezes.

Em seu anúncio, Castán enfatizou a mudança em sua trajetória profissional ocorrida em 2014, quando foi diagnosticado com cavernoma (malformação vascular do sistema nervoso central) e precisou retirar um tumor do cérebro.

"Nunca imaginava que, com 27 anos, no auge da minha carreira, buscando até meu espaço na seleção brasileira, depois de tontura e alguns exames, o médico me dizia que eu nunca mais poderia jogar futebol. Como assim? Foi isso", iniciou.

"Hoje, oito anos depois, posso dizer que não consegui mais conquistar títulos, não consegui mais jogar em alto nível e não consegui ser aquele Castán de antes, mas posso dizer que o legado que eu deixo é de superação. Oito anos superando meu corpo e cada movimento que eu fazia. Posso dizer que agora acabou", disse ele no vídeo.

Além de Guarani, Corinthians e Vasco, o zagueiro atuou por Atlético-MG e Grêmio Barueri no Brasil. Fora do país, defendeu as cores do Helsingborgs (Suécia) e de quatro equipes italianas: Roma, Sampdoria, Torino e Cagliari.

Entre os principais títulos conquistados pelo ex-jogador estão o Campeonato Brasileiro de 2011 e a Libertadores de 2012, ambos com a camisa do Corinthians.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir