Cidadeverde.com
Política

Sem redução do lucro não haverá queda do preço dos combustíveis, diz secretário

Imprimir

O secretário de Governo, Antônio Neto, avalia que o preço dos combustíveis só irá diminuir se os revendedores também reduzirem sua margem de lucro. Em entrevista à TV Cidade Verde Picos nesta quinta-feira (14), o gestor afirmou que este é um dos fatores que implicam para a alta no valor praticado no país. 

“Se não houver redução da margem de lucro, não vai ter uma redução significativa. Se não houver mudança na política de paridade do barril de petróleo com o dólar. Aumentou o barril de petróleo internacional e a cotação fora em dólar vai aumentar o preço da Petrobras aqui, vai repassar para o consumidor”, disse o secretário. 

Em sua declaração, Antonio Neto ressaltou o alto custo do produto mesmo após a governadora Regina Sousa (PT) sancionar a diminuição do teto da alíquota do ICMS dos combustíveis para 18%. Segundo ele, isso comprova que o imposto estadual não é o motivador da elevação dos preços da gasolina e do diesel.

Por fim, reforçou que a medida representa um impacto fiscal para os estados. “O governo federal fez cortesia com o chapéu alheio, retirou recursos dos estados através do ICMS. Os estados agora vão ser penalizados porque vamos ter redução de despesas, mas os estados estão fazendo sua parte”, concluiu o secretário. 

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir