Cidadeverde.com
Cidades

Suspeito de tráfico é morto em abordagem policial e população faz protesto em Barras

Imprimir

Foto: Reprodução / Redes Sociais 


 
Um homem identificado como Antônio Almeida foi morto na noite desta quarta-feira (20) durante uma abordagem policial no bairro Santinho, em Barras, distante 128 km de Teresina. Segundo a Polícia Civil, Jamaica, como era conhecido, teria reagido a abordagem e ameaçado os policiais com um faca. 

“Segundo os policiais informaram, iriam abordar ele porque estava em atitude suspeita. Ele é conhecido da polícia e já foi preso por tráfico de drogas. Ele reagiu a abordagem, estava armado com uma faca, e atentou contra os policiais, que acabaram tendo que neutralizar ele”, informou o delegado Marcelo Leal, da Gerência de Policiamento do Interior. 
 
Jamaica teria sido atingido por três disparos de arma de fogo e foi socorrido pelos policiais que o abordaram. Contudo, segundo o delegado, o homem não resistiu e já chegou no Hospital Regional Leônidas Melo sem vida.  
 
“Com eles os policiais encontraram a faca que ele usou para atentar contra os policiais e uma certa quantidade de droga. Talvez, ao ver os policiais, ele tenha se assustado e reagido porque não queria voltar a ser preso. Já que foi preso em 2019 por tráfico de drogas”, acrescentou o delegado. 

 
Manifestação 

 Na manhã desta quinta-feira (21), populares bloquearam a principal avenida do bairro Santinho e queimaram pneus em protesto a morte de Jamaica. 

A Polícia Militar foi até a rua que a população bloqueou em protesto para tentar dissipar os manifestantes e permitir que o fluxo de veículos voltasse ao normal.

Ao Cidadeverde.com, o comandante da PM em Barras, tenente Batista Júnior, confirmou a manifestação e falou que a população reagiu mal à morte de Jamaica, que uma figura conhecida na cidade e querida por parte da população. 

“Os manifestantes colocaram fogo em pneus e pararam o fluxo de uma das vias do bairro. Estamos a caminho do local e vamos dispersar os manifestantes”,afirmou o tenente. 

Influência de Jamaica

O Cidadeverde.com apurou que Jamaica era uma espécie de liderança comunitária e que tinha grande influência no bairro Santinho. O homem seria visto como um ‘robin hood’ na região por suas ações em prol da comunidade. 
 
A influência de Jamaica era tão grande que era disputada entre alguns políticos para conseguirem se eleger na cidade. 
 
Jamaica era autônomo e trabalhava fazendo bico, inclusive como segurança em clube. 
 
Parte da população de Santinho, ao tomar conhecimento da morte de Jamaica, foi até o hospital regional de Barras e lá ficaram protestando contra a morte dele. Segundo apurou o Cidadeverde.com, mais de 1 mil pessoas estiveram no local.  

 

Nataniel Lima
[email protected] 

 

Imprimir