Cidadeverde.com
Picos

Após impasse com empresa, corpo de vereador deve chegar ao Piauí na sexta-feira

Imprimir

Foto: Reprodução/ Portal Cidadesnanet

O corpo do vereador de Jaicós, João Messias da Costa (PSD), assassinado no Estado de São Paulo deverá chegar ao Piauí somente na próxima sexta-feira (05). A informação é do presidente da Câmara Municipal, João Bosco (PSD), que explicou sobre o adiamento do translado.

Segundo o parlamentar jaicoense, o adiamento é motivado por falha da empresa contratada para realizar o tratamento pós-morte no corpo do vereador.

“A empresa simplesmente não fez nada. Ontem depois de tudo pronto fomos informados que o caixão não tinha condições sanitárias para viajar. O tratamento do corpo não foi feito de forma adequada”, revelou o presidente da Câmara de Jaicós.

João Bosco ainda disse que a família de João Messias tem passado diversos constrangimentos por ainda não ter conseguido velar o corpo do familiar.

“Toda essa situação tem gerado um constrangimento enorme para a família, pois muitos já haviam comprado passagens aéreas para participar do velório e prestar homenagens. A própria Câmara havia preparado uma sessão solene e tudo precisou ser cancelado. Agora estamos temerosos sem saber se a programação poderá ser executada devido o corpo não ter condições de passar tantos dias sem ser sepultado”, afirmou o vereador.

A previsão inicial é que o corpo do vereador chegasse ao Piauí na madrugada desta quarta-feira (03). A nova data tem gerado insegurança aos familiares que apenas querem puder realizar o velório de João Messias da Costa.

O crime

João Messias da Costa foi assassinado na cidade de Matão, no estado de São Paulo. Ele morreu após ser esfaqueado durante uma briga no domingo (31), no bairro Jardim Popular. O supeito do crime foi preso, mas não teve a identidade confirmada.


Paula Monize
[email protected]

Imprimir