Cidadeverde.com
Esporte

Tonet fala em apoio e não punição a Betinho após pênalti perdido: “Referência no clube”

Imprimir

A derrota do Altos diante o Confiança-SE no último domingo (31) por 1 a 0 se tornou mais indigesta porque o Jacaré teve oportunidade até mesmo de sair à frente no placar com um pênalti, que acabou sendo desperdiçado pelo atacante Betinho. A derrota distanciou ainda mais o Altos da possibilidade de brigar pelo G8 na competição e por consequência pelo acesso até a Série B e deixa o time nas últimas duas rodadas da Série C. 

“O que eu disse ao grupo e disse a ele particularmente na nossa reunião de apresentação é que independente do erro do pênalti não se perde sozinho, se perde coletivamente e quando se ganha, não se ganha sozinho, se ganha coletivamente. Se houver outra penalidade ele é o cobrador. Isso passa confiança, faz com que a autoestima dele volte ao normal porque ele ficou muito abatido depois do jogo, mas é um cara que está muito tempo sem fazer gol? Sim. Isso significa que ele está próximo de fazer um gol, isso vai acabar. Uma hora termina e ele vai continuar tendo oportunidade”, afirmou Fernando Tonet. 

O atacante Betinho é um dos artilheiros do time na temporada, ao lado de Manoel são 14 gols marcados e quatro dentro deles dentro da Série C do Brasileiro. Porém vive um jejum de gols, o centroavante não marca desde a oitava rodada, na vitória do Altos sobre o Ypiranga-RS. Até por isso, o pênalti perdido teve mais peso, porém o técnico Alviverde fez questão de afirmar que Betinho segue como batedor de penalidades e que existe muita confiança por parte dele e do grupo em cima do camisa 19. 

“Sim. O Betinho é uma referência dentro do clube e ele tem uma experiencia, não passa por um momento bom e inclusive a gente conversa individualmente dentro do grupo de jogadores também algumas situações e uma delas foi essa situação do Betinho. É um cara que tem total confiança não só minha como por parte do elenco também e o que o jogador precisa nesse momento é apoio, não punição”, disse o técnico Tonet. 

A nova oportunidade de Betinho será no sábado (6) quando o time enfrenta o Paysandu-PA, às 19h, no Lindolfo Monteiro. Time que B19 deve tentar fazer valer a lei do ex, pois o atacante tem história com o Papão e defendeu nas temporadas 2017/2016. 

 


Pâmella Maranhão
[email protected]

Imprimir