Cidadeverde.com
Picos

Em Picos, morte de criança de 02 anos será investigada pela Polícia Civil

Imprimir

Foto: Arquivo da Família

Na manhã desta sexta-feira (12), em Picos, a morte de uma criança identificada por Enzo Pyetro Nascimento, de 2 anos, está sendo investigada pela Polícia Civil.

O menino deu entrada sem vida na casa de Saúde por volta de 8h30min. A criança foi levada para a unidade pelo padrasto.

As informações dão conta que a causa da morte seria parada cardíaca. No entanto, apura-se até o momento o que tenha ocasionado a perda dos batimentos cardíacos. A criança ainda apresentava escoriações na orelha.

Foto: Paula Monize

O Cidadeverde.com/picos esteve no Hospital Regional Justino Luz e apurou com familiares que a criança já havia aparecido com hematomas pelo corpo em ocasiões anteriores.

“A gente não sabe de nada, não sabe do que aconteceu. O menino por várias vezes já apareceu na minha casa com hematomas, uma mordida nas costas”, disse o avô materno de Enzo.

Após a confirmação do óbito, o padastro de Enzo que não teve a identidade revelada precisou receber atendimento médico ao passar mal. 

Investigação da morte

A Polícia Civil do Piauí foi acionada e se encontra no Hospital Regional apurando informações sobre o caso. O corpo de Enzo Pyetro será encaminhado à Teresina, para realização dos procedimentos periciais e identificar a causa da morte.

A genitora da criança registrou Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes.

De acordo com o delegado regional de Polícia Civil, Rodrigo Morais, o caso foi atendido pelo delegado plantonista Jonatas Brasil e o corpo remetido a Teresina.

"O delegado vai pegar os primeiros elementos de informações. O corpo está sendo remetido para ser periciado e as peças serão encaminhadas para a Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio", disse Rodrigo Morais.

Nota enviada pelo Hospital Regional

O menor de idade, Enzo Pyetro Nascimento de dois anos de idade, deu entrada no setor de urgência pediátrica do Hospital Regional Justino Luz, às 8h:36min desta sexta-feira,12 de agosto.

A criança foi trazida pelo padrasto e apresentava ausência de pulsos centrais e periféricos, cianose de extremidades e central (quando é possível ver a ponta dos dedos das mãos e dos pés mais azuladas), ausência de movimentos respiratórios. Foi identificado uma parada cardiorrespiratória e iniciado prontamente manobras de reanimação cardiopulmonar, mas durante e após 30 minutos a criança continuou sem resposta aos estímulos, sem pulsos centrais e sem respiração. Às 9h06min o óbito foi constatado por causa indeterminada.

O médico plantonista realizou o encaminhamento do óbito para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em Teresina-PI, para que seja feita avaliação para elucidar causa morte.

 

Paula Monize
[email protected]

Imprimir