Cidadeverde.com
Esporte

No Mané Garrincha, Cruzeiro sai atrás, mas empata com a Chapecoense pela Série B

Imprimir

Sem poder utilizar o Mineirão por causa de um show sertanejo, o Cruzeiro foi até Brasília e só empatou com a Chapecoense, por 1 a 1, no Mané Garrincha, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os catarinenses saíram na frente do placar.

Foto - Cruzeiro - Divulgação

O empate não era o resultado esperado, mas ainda assim mantém o Cruzeiro na liderança isolada, agora com 53 pontos. Já a Chapecoense segue ameaçada pelo rebaixamento, com 26 pontos.

O Cruzeiro dominou as ações no primeiro tempo, mas não teve tranquilidade para colocar a bola nas redes. Já a Chapecoense apostou nos contra-ataques e abriu o placar logo aos cinco minutos, quando Felipe Ferreira recebeu na direita, cortou para dentro e acertou o canto do goleiro Rafael Cabral.

Após o gol, o time mineiro seguiu com mais posse de bola, rondou a área da Chapecoense e finalizou tentando o empate. Aos 37, Machado arriscou de longe e obrigou Saulo a mandar para escanteio. Depois, aos 39, foi a vez de Bruno Rodrigues cruzar na área e o goleiro fazer boa defesa.

A superioridade do Cruzeiro acabou ficando mais escancarada nos números ao final do primeiro tempo, quando os mineiros terminaram com nove chutes ao gol contra apenas dois do adversário.

Na etapa final, o Cruzeiro voltou em ritmo mais ofensivo e empatou a partida aos três minutos. Após escanteio da direita, o zagueiro Oliveira subiu mais que a marcação e cabeceou para as redes. A igualdade animou os mineiros, que dois minutos depois quase viraram em chute de Luvannor.

O Cruzeiro ganhou poder ofensivo no lado direito com a entrada do recém-contratado Wesley Gasolina, mas a defesa da Chapecoense se defendeu como pôde. Aliás, os visitantes assustaram aos 23 minutos, quando Matheus Bianqui chutou de primeira e Rafael Cabral fez linda defesa.

No restante da partida, o Cruzeiro seguiu trocando passes, mas não foi objetivo para sair com a vitória. No último lance de perigo da partida, Bruno Rodrigues recebeu cruzamento na segunda da trave, não alcançou a bola, mas mandou ela com a mão para dentro do gol, num lance que não valeu.

O Cruzeiro volta a campo no domingo, dia 21, para enfrentar o Grêmio, às 16 horas, na Arena, em Porto Alegre. Já a Chapecoense, no sábado, receberá o Brusque, às 16h30, na Arena Condá, em Chapecó.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir