Cidadeverde.com
Geral

Dom Jacinto celebra missa pelos 170 anos de Teresina; Dr. Pessoa fala dos desafios

Imprimir
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_211.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_10_23_401.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_53_43.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_07_27.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_10_23_40.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_33_52.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_22.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_21.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_20.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_19.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_33_55.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_33_53.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_18.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_23_18_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_09_07_28.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com

Autoridades e fiéis se reuniram para celebrar a missa solene pelos 170 de Teresina, que é comemorado nesta quarta-feira, 16 de agosto.  Marcaram presença no ato o prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) e o ex-vereador Décio Solano (PT), representando a governadora Regina Sousa (PT). 

Também estiverem presentes os secretários Luís André (União Brasil), Nouga Cardoso, Edimilson Ferreira, além dos vereadores 
Teresinha Medeiros (União Brasil), Paulo Lopes (PSDB), Capitão Roberval (União Brasil), Aluísio Sampaio (Progressista) e a deputada Lucy Soares (Progressistas) e o senador Elmano Ferrer (Progressistas). 

Com o tema “Maria a Estrela da Evangelização”, missa foi celebrada pelo bispo Dom Jacinto, que falou sobre a importância de Maria para a cidade de Teresina. O padre Klebert Viana, representou o padre José de Pinho, que está afastado devido à morte de seu pai. 

“Em meio a essa situação, nós continuamos a esperar assim como Maria, a alimentarmos a esperança de não parar, de sermos dinâmicos nessa esperança. Para vencermos as dores e dificuldades”, proferiu o bispo no sermão. 

Em entrevista à imprensa Dr. Pessoa falou sobre os desafios da gestão que administra há quase dois anos. Ele destacou principalmente a retomada de obras e a organização financeira do município. 

“Encontramos uma situação no vermelho, uma situação difícil, obras paradas, mas estamos elencando todas para que todas até o meio do ano que vem estejam terminadas. As dificuldades foram diversas, você encontrar uma economia no vermelho para transformar para o verde é dificílimo. A administração anterior deixou R$ 1 bilhão em dívidas, se quiserem dou os documentos para verem”, declarou. 

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

O ex-vereador Décio Solano, também em entrevista, explicou a ausência de Regina Sousa. Ela não foi ao evento para cumprir uma agenda pessoal. A governadora foi visitar a família em União, que se prepara para a missa de sétimo dia da matriarca, Maria da Conceição Silva Miranda, de 95 anos, que morreu na última quarta-feira (10). “Estou representando a governadora Regina Sousa, pois ela está para União, para a missa de sétimo dia da sua mãe”, disse. 

Décio Solano também citou as parcerias entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina. 

“São ações que se iniciaram na gestão de Wellington Dias e que continuam agora com a governadora Regina que tem um carinho especial para a cidade. Tudo o que a prefeitura tem solicitado a governo, tem sido atendida, o que puder fazer para ajudar a administração, ele vai fazer”, acrescentou. 

O início da celebração foi marcado por protestos dos Sindicato dos Servidores Municipais de Teresina (Sindserm). O entorno da paróquia esteve rodeado por grades, tendo segurança da Guarda Municipal controlando o fluxo de pessoas. 

Os manifestantes entoaram palavras contra a gestão de Dr. Pessoa e reivindicavam o reajuste salarial de 33%. Professores ouvidos pela reportagem relataram que pediram para entrar na área protegida pela grade para assistir à missa, mas não teriam tido permissão. 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir