Cidadeverde.com
Picos

Saúde adota fluxo de atendimento para pacientes suspeitos de Varíola dos Macacos em Picos

Imprimir

Foto: OMS

Para atender pacientes suspeitos e/ou positivados para o vírus Monkeypox (Varíola dos Macacos), o município de Picos já adotou fluxo de atendimento na rede municipal de Saúde. A informação foi confirmada pelo coordenador de Vigilância Epidemiológica, Robsonclay Viana.

O Piauí confirmou o primeiro caso da doença em 04 de julho, na cidade de Batalha-PI. Além disso, 23 casos foram notificados, sendo cinco descartados e 17 ainda sob investigação. 

Diante dessa realidade, os municípios começam a organizar fluxo de atendimento às pessoas com sintomas compatíveis à Varíola dos Macacos. Em Picos, a porta de entrada de atendimentos serão as Unidades Básicas de Saúde (UBS) para diagnóstico.

“No caso da Varíola dos Macacos o atendimento será pelo município. Cada cidade terá que se organizar para fazer atendimeo, fazer diagnóstico e isolamento domiciliar dos casos”, disse o coordenador.

Robsonclay Viana explicou ainda que no Hospital Regional Justino Luz serão atendidos apenas pacientes com sintomas graves da doença e que necessitam de internação clínica.

Sintomas comuns da doença

Entre os sintomas comuns da Varíola dos Macacos estão: febre, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios, exaustão.

Para se proteger é necessário utilizar máscaras, manter o distanciamento e a higienização das mãos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou a adoção dessas medidas, frisando que elas também servem para proteger contra a Covid-19.

Paula Monize
[email protected]

Imprimir