Cidadeverde.com
Esporte

Bia Haddad avança nas duplas em Cincinnati e diz que 'faltou coragem' em simples

Imprimir

Vice-campeã em Toronto no domingo, Bia Haddad não está tendo descanso. Estreou com derrota em simples na terça-feira no WTA 1000 de Cincinnati, e nesta quarta se garantiu nas oitavas de final nas duplas ao lado de Anna Danilina.

Após a vitória, a brasileira falou sobre o revés diante de Jelena Ostapenko e descartou cansaço, garantindo que perdeu por "falta de coragem"

Bia e a cazaque ganharam em sets diretos das experientes Latisha Chan e Sam Stosur, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/5) após 1 hora e 31 minutos. Nesta quinta-feira, as rivais serão as asiáticas Ena Shibahara, do Japão, e Zhang Shuai, da China, cabeças de chave 3

Apesar de garantir o foco nas duplas, Bia queria justificar sua derrota para Jelena Ostapenko. "No nosso ambiente de trabalho não há espaços para desculpas. O fato de chegar em Cincinnati na madrugada de domingo para segunda não interferiu no resultado", disse.

E explicou o que faltou na quadra na derrota. "Se eu entro em uma quadra de tênis é porque estou apta a dar o meu melhor. Perdi porque, nesse nível, é preciso ser agressiva e propor o jogo o tempo todo", avaliou.

"Um lapso de desconcentração e passividade custam caro. Não tive a disciplina e coragem necessária que um jogo como esse exige. Ela, por sua vez, foi agressiva do início ao fim e mereceu sair com a vitória. Sigo aprendendo."

A brasileira sabia que podia ir longe em simples. Nesta quarta-feira, a letã já deu adeus à competição, com derrota para a americana Madison Keys por 6/4 e 7/5. Aryna Sabalenka ganhou de Anna Kallinskaya por 6/3 e 4/1, com abandono da rival.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir