Cidadeverde.com
Esporte

Lewandowski é assaltado no CT, persegue ladrões e recupera relógio de R$ 366 mi

Imprimir

Robert Lewandowski viveu uma situação inusitada antes do treino do Barcelona na quarta-feira. Enquanto atendia torcedores na porta do CT, ele teve seu relógio roubado do braço.

Lewandowski não se feriu e ainda conseguiu recuperar o item roubado - Reprodução/ FC Barcelona

O polonês perseguiu os ladrões com auxílio da polícia e recuperou o acessório avaliado em 70 mil euros (aproximadamente R$ 366 mil.

Simpático e atencioso com os torcedores do time catalão, o atacante distribuía autógrafos como sempre faz na porta da Ciutat Esportiva Joan Gamper quando acabou surpreendido por três bandidos. Os assaltantes abriram a porta pelo lado do passageiro e arrancaram o relógio do seu pulso.

Inicialmente noticiaram que o celular também havia sido furtado. Mas o aparelho foi utilizado pelo jogador enquanto ele tentava perseguir os meliantes para chamar a polícia de Generalidad-Mozos. De acordo com o Diário Sport, Lewandowski perdeu os bandidos de vista, mas suas dicas serviram para a prisão.

Lewandowski indicou até onde viu os ladrões, que acabaram detidos. O relógio de luxo da marca Patek Phillippe acabou encontrado escondido no mato em área arborizada aproximadamente a um quilômetro do CT do Barcelona.

O Barcelona deve aumentar a segurança nos arredores do Centro de Treinamento após o segundo incidente com seus jogadores nos últimos dias. De Jong sofreu com pressão dos torcedores e teve dificuldade para entrar no local e ainda sofreu ameaças.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir