Cidadeverde.com
Economia

Método 50-30-20: saiba o que é e como fazer um planejamento financeiro

Imprimir

Foto: Hérlon Moraes / Cidadeverde.com

O descontrole financeiro atinge a maioria da população brasileira, principalmente em momentos de crise. Atualmente o cenário econômico mundial está refletindo diretamente no bolso da população, aumentando o número de endividados no país. Porém, muito se vale também pelo desconhecimento sobre planejamento financeiro. Como, por exemplo, aplicação do Método 50-30-20. Simples e prático, esse método pode tratar de volta o equilíbrio financeiro que tantos precisam.

No Portal de Notícias Diário SP verá o passo a passo de como aplicar efetivamente o Método 50-30-20, amplamente conhecido no meio financeiro. Então, considerando que organizar as finanças pessoais não é uma tarefa fácil, desse modo, entenda como funciona esse método e desenvolva essa habilidade de maneira eficaz.

Método 50-30-20; o que é? Uma maneira de fazer uma boa gestão financeira

Primeiro, vale ressaltar o cenário econômico atual, com alto índice de desemprego, alta nos juros e inflação. Dessa forma, há reflexo imediato sobre o controle financeiro do brasileiro. Entretanto, também se deve considerar que, culturalmente, as pessoas somente trabalham para pagar contas. Vivem para trabalhar, mas não trabalham para viver e, muitas vezes, não conseguem fazer o salário durar até o fim do mês.

Porém, tudo isso também acontece pela ausência de educação financeira das pessoas. Nesse sentido, para retomar ou, até mesmo começar, a ter um controle sobre suas finanças, o Método 50-30-20 é eficiente e fácil de ser aplicado.

Em suma, é uma forma de dividir a renda mensal de acordo com as prioridades, assim, fará com que saiba exatamente a direção do dinheiro. Em outras palavras, estabelecerá metas para despesas essenciais e ter objetivos financeiros definidos.

Como funciona o Método 50-30-20?

Nesse sentido, a ideia principal do método é dividir, proporcionalmente, as entradas e saídas do dinheiro, como se fosse você a sua própria empresa. Basicamente, deve saber quais são seus gastos fixos e ter uma média dos que são variáveis. Para que, assim, possa dividi-los em três partes, nos seguintes percentuais:  50%, 30% e 20%.

Além disso, são técnicas para conseguir poupar seu dinheiro para que, primeiro, tenha uma reserva de emergência – aquele dinheiro guardado para qualquer imprevisto, como, por exemplo, doenças. Logo após, ao seguir as regras do método, conseguirá planejar seus desejos pessoais, como carro ou casa nova.

Como fazer uma planilha do Método 50-20-30?

Fazer uma planilha dos seus gastos é o primeiro passo para aprender a ter controle financeiro. Então, comece listando os meses do ano e indicando qual a sua renda mensal, com a inclusão de rendas fixas e eventuais rendas extras (se não tem uma, importante pensar nessa hipótese).

Logo após, dedique uma parte da sua planilha para seus investimentos, ainda que nunca tenha investido na vida. Em seguida, estabeleça quais são suas contas fixas, como, por exemplo, conta de energia elétrica, aluguel, água, alimentação e telefone.

Agora que sabe para onde está indo seu dinheiro, saiba como fazer seu controle através do Método 50-20-30. Contudo, siga estes passos, considerando sua renda mensal:

1.50%: gastos fixos;
2.30%: gastos variáveis;
3.20%: para reserva de emergência e projetos pessoais de vida.

Portanto, separe um tempo e se dedique a elaborar sua planilha de planejamento financeiro, conforme as regras simples do Método 50-20-30. À princípio, pode não ser tão fácil, sobremaneira se você estiver em uma situação de endividamento, que parece não ter saída.

Mas, saiba ser totalmente possível e que aplicar esta técnica fará toda diferença, não somente em sua vida financeira, mas também pessoal. Afinal, ter liberdade financeira lhe trará a segurança para desfrutar o melhor da vida, sem tanta preocupação com dinheiro.

Da Redação
[email protected]

Imprimir