Cidadeverde.com
Esporte

Dez pontos atrás do Cruzeiro, Grêmio troca título por acesso

Imprimir

Para os torcedores do Grêmio, é difícil responder se ainda é possível sonhar com o título da Série B. Com dez pontos a menos do que o Cruzeiro, a equipe gaúcha foca no retorno à elite do Campeonato Brasileiro e não se vê tão perto de ameaçar a soberania mineira.

O próximo compromisso do clube gaúcho é nesta sexta-feira (26), diante do Ituano, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 26ª rodada.

Na Arena no último domingo (21), o empate por 2 a 2 contra o rival mineiro significou uma chance desperdiçada.

A diferença poderia cair para sete pontos caso o time de Roger Machado sustentasse a vitória que tinha até por volta dos 30 do segundo tempo. Mas a falha de Brenno e o gol de Rafa Silva simbolizaram a manutenção da margem e do time tricolor gaúcho em terceiro.

O treinador não jogou a toalha. Em coletiva que sucedeu a partida, Roger disse que ainda é possível, mas reconheceu que é bem difícil. Atualmente, os mineiros somam 54 pontos e os gaúchos 44.

"Se a gente jogar para diminuir a diferença do Cruzeiro, vamos alcançar o acesso. Não podemos levar essa ansiedade de querer tirar a diferença de dez pontos para o campo e atropelar os compromissos que temos para fazer isso a todo custo. 

Temos que saber que o Cruzeiro não abriu essa margem agora, foi no começo do campeonato. Isso dá um conforto para eles, mas o campeonato não está decidido. Já vi muita coisa acontecer no futebol", disse o técnico.

No entanto, o próprio técnico reconhece que o caminho para tirar os dez pontos de diferença nos 13 jogos que restam (39 pontos em disputa) é longo e improvável.

"Está encaminhado [o campeonato] porque o adversário está na frente. São três vitórias e um empate, digamos assim. Mas não está decidido. Assim como estamos oito pontos na frente do quinto. Temos um conforto, mas sabemos que o adversário pode chegar. Temos um bloco de jogos contra adversários direitos que vão decidir muita coisa", completou Roger.

O fio de esperança de Roger já não aparece tão facilmente nas palavras do vice de futebol Denis Abrahão. Segundo ele, o 'campeonato do Grêmio não é com o Cruzeiro'.

"Minha competição não é com o Cruzeiro. Não estamos atrás [em busca de alcançar] do Cruzeiro. Minha competição é estar entre os quatro primeiros [para retornar à Série A]. Queremos é somar pontos. Eu sempre disse isso, e volto a dizer, somando pontos em todas as rodadas teremos a pontuação necessária para subir", resumiu o cartola.

Sob o prisma do dirigente, a situação é confortável. O quinto colocado, Tombense, tem oito pontos a menos que o time tricolor. E é a manutenção de uma posição firme no G4 que será perseguida pelo time gaúcho a partir de agora.

Para o próximo compromisso, Roger ainda não deve contar com Kannemann, Jhonata Robert e Thiago Santos, todos no departamento médico. O atacante Ferreira sofreu nova lesão na coxa esquerda na última rodada, e também é desfalque confirmado.

Em compensação, o zagueiro Pedro Geromel volta de suspensão.

Portanto, uma possível escalação inicial do Grêmio tem: Brenno; Rodrigo Ferreira, Pedro Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Lucas Leiva e Bitello; Biel, Guilherme e Diego Souza (Elkeson).

O Ituano, por sua vez, vem embalado após vencer o Novorizontino por 1 a 0, e busca manter o bom momento para se aproximar do topo da tabela. Com 33 pontos, o time ocupa o décimo lugar.

O técnico Carlos Pimentel poderá contar com Bernanrdo e Jiménez, que voltam de suspensão. Por outro lado, Kaio cumpre suspensão após receber o terceiro cartão amarelo, enquanto Pacheco e Neto Berola continuam no departamento médico.

Uma possível escalação do Ituano tem: Jefferson Paulino; Raí Ramos, Lucas Dias e Roberto; Bernardo, Caíque, Carlão (Aylon), Lucas Siqueira e Dudu Vieira; Gabriel Barros e Rafael Elias.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir