Cidadeverde.com
Política

TRE aponta irregularidades em convenção e candidatura de Gessy está ameaçada

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) impugnou o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) da coligação “O Piauí tem esperança”, que tem como candidata ao governo Gessy Lima (PSC) e Victor Pessanha (PSC) como candidato a vice. O documento tem data quarta-feira (24).

O Demonstrativo de Regularidade é um dos requisitos para o deferimento do registro de candidatura.

O caso vai ser analisado nos próximos dias pelo TER-PI, tendo como relator o juiz Charles Max Pessoa. Gessy Lima, que também é presidente estadual da sigla, será convocada para prestar esclarecimentos sobre as irregularidades apontadas.  

Na semana passada, o primeiro-tesoureiro do PSC registrou um pedido de impugnação da candidatura de Gessy. 

Na denúncia, o membro do partido destacou que Gessy Lima não teria publicado edital de convocação dos filiados para a convenção partidária, dentro do prazo legal. 

O tesoureiro do PSC também citou que a presidente não teria notificado os membros da sigla e apresentado à Justiça Eleitoral atas conflitantes e com informações com inconsistências. 

A denúncia de irregularidades na convenção do PSC também foi apresentada pelo PMN, partido da candidata Ravenna Castro.

O portal Cidade Verde tentou entrar em contato com a própria candidata e com o assessoria de Gessy Lima, mas não obteve uma resposta até o fechamento desta reportagem.


Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir