Cidadeverde.com
Economia

IBGE abre mais 6.765 vagas para preencher desistências no Censo 2022

Imprimir

Foto: Rômulo Piauilino/Semcom

Após desistências de pesquisadores do Censo Demográfico de 2022, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) abriu concurso para 6.765 vagas temporárias, a maioria para o cargo de recenseador. As inscrições começaram na quinta (25) e vão até segunda (29), e não podem ser realizadas sábado ou domingo.

Interessados em uma das 6.514 vagas para recenseador devem ter ensino fundamental completo. Também há 251 vagas, para os cargos de agente censitário municipal e de agente censitário supervisor, que demandam ensino médio completo.

O processo seletivo não envolve prova, mas somente a análise de títulos do candidato, com base em sua inscrição e documentação do histórico acadêmico.

O recenseador recebe por produção e tem jornada de trabalho recomendável de no mínimo 25 horas semanais, além de participação obrigatória no treinamento. Sua remuneração pode ser estimada no site do IBGE: https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html.

Para o agente censitário municipal, a remuneração é de R$ 2.100 mensais; para o agente censitário supervisor, R$ 1.700. Sua jornada de trabalho obrigatória é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

Entre os requisitos para as vagas, o candidato deve estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, ter no mínimo 18 anos e não ser sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas, incluindo MEI (Microempreendedor Individual).

O contrato terá vigência de 30 dias e o contratado será avaliado mensalmente. A previsão do contrato para recenseador é de até 3 meses, e para agente censitário é de até 5 meses.

INSCRIÇÃO DEVE SER FEITA PRESENCIALMENTE ATÉ SEGUNDA (29)

Inscrições devem ser realizadas presencialmente, em um dos postos de inscrição do IBGE.
Interessados devem comparecer ao posto de inscrição e entregar preenchido e assinado o formulário de inscrição que consta no link.

Ao preenchê-lo, o candidato deve considerar somente a titulação de maior pontuação, sendo que as formações não são cumulativas.

A pontuação máxima da titulação acadêmica é de 10 pontos. O candidato a recenseador precisa ter 1 ou mais pontos (ensino fundamental completo) e para agente censitário, 5 ou mais pontos (ensino médio completo).
Interessados em um dos cargos de agente censitário se inscreverão da mesma forma, sendo que as vagas de agente censitário municipal serão oferecidas aos candidatos com melhor classificação no processo seletivo.

CONFIRA A PONTUAÇÃO DE CADA TÍTULO ABAIXO:
Escolaridade - Pontos
Ensino fundamental (antigo 1º grau) completo - 1
Ensino médio (antigo 2º grau) incompleto - 3
Ensino médio (antigo 2º grau) completo - 5
Curso de graduação (ensino superior) incompleto - 7
Curso de graduação (ensino superior) completo - 10

Fonte: Folhapress (NATALIE VANZ BETTONI)

Tags: IBGECenso
Imprimir