Cidadeverde.com
Entretenimento

Filme sobre a história dos povos indígenas do Piauí estreia no dia 3

Imprimir

Fotos: Divulgação

O longa-metragem "Não Matou El Matador", com duração de 1h29 minutos, estreia no dia 3 de setembro, no Canal CineBrasilTV. O documentário é uma realização da da Guabes Produções, de Teresina, a partir de um projeto aprovado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Neste sábado, a Guabes Produções retorna à Comunidade Nazaré, município de Lagoa de São Francisco, onde nasceu Dinayana, a protagonista do longa, para realizar um evento de lançamento. Na ocasião haverá a exibição do filme para a comunidade que não só contribuiu com suas histórias, mas acolheu a produção e viabilizou a sua realização.

O longa retrata a jornada de Dinayana, que movida pelas histórias que sempre ouvia do seu avô, sai em busca da verdadeira história dos indígenas do Piauí. Essa história guarda capítulos de guerras injustas, de violência contra a mulher indígena e de lutas sangrentas pela posse da terra. Mas guarda também histórias de grandes guerreiros e guerreiras que, cada um da sua forma, resistiram e fizeram mais fortes e profundas as raízes de um povo que não se deixou exterminar.

Com direção de Frederico Almeida, o filme conta com pesquisa e roteiro final de Stela Grisotti e Cristiane Ballerine, contando com Euselio Gadelha Xuxu na direção de fotografia, Poliana Oliveira na assistência de direção e Denise Martins na produção executiva.

O título do filme faz menção a João do Rego Castelo Branco, o mais graduado e importante militar durante a segunda metade do século XVIII no Piauí, responsável pela campanha de colonização do Estado e, segundo muitos historiadores, pelo “extermínio indígena”, sendo o personagem central do poema “El Matador”, de H. Dobal.

 

Imprimir