Cidadeverde.com
Esporte

Renan cobra paciência e foco da seleção para bater o Japão no Mundial de vôlei

Imprimir

Paciência, foco e confiança. É com essa combinação de fatores que o técnico Renan Dal Zotto espera preparar a seleção brasileira masculina para o duelo com o Japão, pela segunda rodada da fase inicial do Campeonato Mundial. 

A partida vai ser disputada neste domingo, às 9h (horário de Brasília) com transmissão do Sportv2 e vale a liderança do Grupo B.

"A seleção japonesa evoluiu muito nos últimos anos e conseguiu bons resultados nas competições internacionais. Nosso último jogo contra eles pela Liga das Nações, foi muito equilibrado. 

Os japoneses têm muita técnica e cometem poucos erros, precisamos de paciência e confiança", afirmou o técnico que cobrou foco dos jogadores desde o início do confronto.

"É um jogo a ser decidido nos detalhes. Os dois principais sacadores da última Liga das Nações foram japoneses (o oposto Yuji Nishida e o ponteiro Yuki Ishikawa). E acredito que neste jogo não será diferente, eles devem forçar bastante", completou o treinador da seleção brasileira.

O adversário vem sendo acompanhado minuciosamente pela comissão técnica. De acordo com a avaliação de Renan, o Brasil terá pela frente uma equipe que evoluiu nos últimos anos e que comete poucos erros.

As duas equipe chegam à segunda rodada embaladas pela vitória na estreia do Mundial. O Brasil, no entanto, sofreu para conseguir sair da quadra com o resultado positivo. 

O time do técnico Renan Dal Zotto perdeu os dois primeiros sets para Cuba e só a partir daí iniciou a reação para vencer o jogo por 3 a 2.

Para o duelo deste domingo, a ideia é um jogo menos tenso e dramático. Renan, porém enxerga pontos positivos após o triunfo sofrido no primeiro jogo.

"É um novo jogo, uma nova história, mas viemos de uma vitória de superação, contra uma equipe muito forte como a de Cuba, e isso são bons ingredientes para enfrentarmos o segundo jogo da competição", completou o treinador da seleção masculina.

Depois de jogar com o Japão, a seleção brasileira tem ainda mais um compromisso pela fase de grupos. O último jogo vai ser contra o Catar, às 6h (horário de Brasília)da próxima terça-feira.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir