Cidadeverde.com
Esporte

Líder, Cruzeiro enfrenta o Sampaio Corrêa no Castelão pela Série B do Brasileiro

Imprimir

Líder isolado da Série B, o Cruzeiro enfrenta o Sampaio Corrêa nesta terça-feira (30), às 19h (de Brasília), no Castelão, pela 27ª rodada da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O clube mineiro possui 57 pontos, 10 a mais do que o vice-líder Bahia. Já o adversário maranhense, no meio da tabela, tem 34 pontos.

Sem desfalques, o técnico Paulo Pezzolano pode repetir o time que goleou o Náutico por 4 a 0 na última sexta (26).

Autor do primeiro dos quatro gols, o atacante Edu se livrou de um jejum de 13 jogos sem marcar pela equipe celeste e celebrou bastante o gol não só com a torcida, mas também com todos os companheiros de time. 

No intervalo da partida, ele revelou que vem enfrentando problemas familiares e dedicou o momento a eles.

"Esse se não foi o gol mais importante, foi talvez um dos mais importantes da minha carreira por tudo o que tenho passado com a minha família. Eles sabem o que estou dizendo, não falei para ninguém. Isso não tem nada a ver com a minha queda de rendimento. 

Se eu caí de rendimento foi culpa minha mesmo. Mas sempre tive a confiança de todo o grupo, de toda a comissão técnica. E estou procurando a oportunidade. Estar aqui é um motivo de alegria. Dedico esse gol a todos os meus familiares. É uma noite muito especial pra mim", disse em entrevista ao Premiere.

O último gol do Edu havia sido contra a Ponte Preta, no dia 16 de junho, na vitória do Cruzeiro por 2 a 0. Nos últimos quatro jogos, o atacante começou na reserva e entrou no decorrer das partidas. Diante do Náutico, ele iniciou entre os 11 após Daniel Jr sofrer com um desgaste.

Nesta terça, Edu deve fazer parte da equipe titular. A tendência é que o Cruzeiro entre em campo com: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Lucas Oliveira e Eduardo Brock; Wesley Gasolina, Filipe Machado, Neto Moura, Matheus Bidu e Daniel Jr; Luvannor e Edu.

Já um provável Sampaio Corrêa tem: Matheus Inácio; Mateusinho, Alan Godói, Paulo Sérgio (Gabriel Furtado) e Pará; André Luiz, Ferreira e Rafael Vila; Pimentinha, Gabriel Poveda e Léo Tocantins.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir