Cidadeverde.com
Economia

Caixa paga auxílio taxista a 32 mil motoristas; veja quem recebe

Imprimir

Foto: Arquivo Cidadeverde.com 

A Caixa Econômica Federal libera, nesta terça-feira (30), o auxílio-taxista a 31,8 mil motoristas que têm direito ao benefício. Neste mês, serão pagos R$ 2.000 a cada profissional. O depósito é feito na poupança social digital aberta pelo banco em nome do trabalhador, movimentado pelo Caixa Tem.

Aprovado de forma emergencial no pacote de medidas eleitoreiras de Jair Bolsonaro (PL), o benefício paga R$ 1.000 por mês até dezembro. Para pagar, foi criado estado de emergência no Brasil, driblando a legislação eleitoral e elevando os gastos públicos em R$ 41,25 bilhões às vésperas da eleição.

Quem tem direito ao auxílio-taxista Têm direito ao benefício os motoristas que:

  • Tenham obtido registro até 31 de maio deste ano para exercer a profissão, que seja emitido pelo órgão competente do município em que trabalha
  • Sejam motoristas de táxi titulares de concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital para exercer a profissão
  • Sejam motoristas de táxi com autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital

Os valores estão sendo pagos conforme a data em que as prefeituras cadastraram as informações de seus profissionais nos sistemas do governo federal. Veja o calendário:

  • Período de cadastro - Data de pagamento
  • 25 de julho a 2 de agosto, às 19h - 16 de agosto
  • 5 a 15 de agosto - 30 de agosto
  • 20 de agosto a 11 de setembro - setembro a dezembro

O primeiro pagamento, feito em 16 de agosto, foi depositado a 245.213 motoristas de todo o Brasil, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência. Os R$ 2.000 correspondem a parcelas de julho e agosto.

Neste lote, foram beneficiados 31.867 motoristas de táxi em todo o Brasil. Ao todo, as prefeituras enviaram 35.942 cadastros no período de 5 a 15 de agosto. De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, quem já havia recebido no primeiro lote não receberá agora, somente no pagamento da segunda parcela, em 24 de setembro.

Na primeira etapa de cadastramento, foram 300.771 taxistas inscritos por municípios e pelo Distrito Federal entre os dias 25 de julho e 2 de agosto.

DINHEIRO DEVE SER SACADO EM ATÉ 90 DIAS

A data-limite para envio dos cadastros será 12 de setembro. O ministério afirma que o valor e o total de parcelas do benefício poderão ser ajustados de acordo com o número de cadastros com direito.

Caso o cidadão não movimente o dinheiro em até 90 dias, o montante volta para o Tesouro Nacional. Para tirar dúvidas, o governo tem um site que explica o benefício e suas regras.

No Caixa Tem, o trabalhador pode pagar contas, transferir os valores, gerar senha para saque, fazer Pix e compras online ou presenciais em estabelecimentos cadastrados.

Fonte: Folhapress/Cristiane Gercina

Imprimir